CADEIRAS PARA CANHOTOS É LEI


Lei obriga cadeiras para canhotos em escolas do DF. Psicólogo fala sobre bullying aos estudantes canhotos

O governador do Distrito Federal, Rodrigo Rollemberg sancionou uma lei que determina as escolas públicas e particulares do DF a disponibilizarem cadeiras a alunos canhotos. A deputada distrital Luzia de Paula (PSB) é autora do projeto, que foi publicado na última quarta- fera (13) no Diário Oficial. De acordo com a lei, os pais precisam ser informar no ato da matrícula a condição da criança ou adolescente para que as escolas disponibilizem as cadeiras necessárias.

O bullying está presente de diversas formas no ambiente escolar, com os alunos que escrevem com a mão esquerda não é diferente. Para o psicólogo Gabriel Zeini especialista em psicologia infantil “Ser canhoto e bullying são uma combinação perfeita, por estar diretamente associada a comportamentos atípicos que estejam fora do padrão predominante, hoje em dia as imposições culturais para que as crianças usem a mão direita (destra) são menores, é preciso respeitar e incentivar o uso das habilidades cerebrais e motoras da criança quando ela é canhota, é um mito associar isso a uma disfunção ou deficiência”, explica.

Gabriel Zeini (CRP:01/13603), é graduado em Psicologia pelo UniCeub (2008), fez cursos de formação em Comportamento Infantil pela clínica Super Infância. É especialista em Análise do Comportamento pelo INSPAC (Instituto São Paulo de Análise do Comportamento). Formado em Psicologia do Esporte pela PUC-SP.

Aprimoramento em Psicologia Infantil pelo ITCR, com mais de sete anos de experiência em atendimento ao público infanto-juvenil. Membro da ABPMC (Associação Brasileira de Médicos e Psicólogos Comportamentais).

Serviço

Psicólogo fala sobre bullying aos estudantes canhotos
Endereço: Clínica Ânima – SEPS 714\914 – Asa Sul
Edifício Santa Maria – Sala 206 – Telefone: (061) 3011-2687

Da Redação | Foto Divulgação
Sugestões portalaquitem@gmail.com

Anterior SCALENE LANÇA SEU DVD AO VIVO
Próximo DOIDAS E SANTAS NO TEATRO UNIP