Deputados defendem políticas públicas para autistas


Câmara estará iluminada durante o mês de abril | Foto: Carlos Gandra/CLDF

O Dia Mundial de Conscientização do Autismo, nesta terça-feira (2), foi lembrado por parlamentares de diversos partidos, que defenderam mais políticas públicas para atender pessoas com deficiências intelectuais, na sessão ordinária da Câmara Legislativa.

A data faz parte do calendário da Organização das Nações Unidas (ONU) desde 2008 e, em alusão ao evento, a CLDF ficará iluminada durante todo o mês de abril com as cores vermelha, amarela, azul e roxa, representando a fita do quebra-cabeça, símbolo do autismo.

O deputado Eduardo Pedrosa (PTC) foi o primeiro a falar da data. Ele definiu em duas palavras – respeito e valorização – as necessidades dessa parcela da população. “Todos os poderes precisam realmente trabalhar para oferecer condições dignas a pessoas que apresentam Transtorno do Espectro Autista (TEA)”, afirmou.

Para o deputado José Gomes (PSB) a luta deve ser pela inclusão dos autistas e o combate ao preconceito. Além disso, como presidente da Frente Parlamentar do Empreendedorismo da CLDF, destacou a necessidade de incentivar a empregabilidade e a qualificação de pessoas com deficiências.

Por sua vez, o deputado João Cardoso (Avante) anunciou que apresentou um projeto de lei para corrigir uma situação que verificou visitando escolas da rede pública em Sobradinho: a ausência de monitores para acompanhar alunos com autismo.

O deputado Iolando (PSC) também se uniu aos colegas, argumentando que o poder público precisa atuar mais fortemente a favor das pessoas com TEA. Ele observou que faltam oportunidades para quem tem transtorno intelectual.

Hospital

A falta de um hospital especializado no tratamento de câncer no Distrito Federal foi tema do pronunciamento do deputado Jorge Vianna (Podemos). “Somos uma das poucas unidades da federação e a única região metropolitana que não dispõe de um Hospital Oncológico”, reclamou. Ele informou que irá cobrar do GDF uma unidade de referência nessa área até que a construção seja iniciada.

Anterior Projeto do GDF pretende fortalecer micro e pequenos empresários
Próximo CONFEITARIA SWEET CAKE LANÇA CARDÁPIO PARA A PÁSCOA