DOMUS – MORADAS VISUAIS


Exposição “Domus – Moradas Visuais” retrata temáticas como a violência contra mulher

O Centro Universitário IESB, em parceria com a Defensoria Pública da União, promove a mostra fotográfica Domus – Moradas Visuais, que aborda temas ilustrando casos tratados pela DPU. Desta vez, o projeto reúne cerca de 40 fotos que retratam a violência contra a mulher e as religiões ancestrais. Tudo sob o olhar sensível e artístico das alunas Clara Molina, Xenágora Brasil e Taís Valença, do Núcleo de Extensão Humanízate – IESB, com a orientação do professor Daniel Mira, do curso de Fotografia da instituição.

Para Taís Valença e Xenágoras Brasil, que fizeram imagens com o tema “Espaço Ancestral”, há que se reconfigurar imagens reduzidas da África no Brasil, construídas para legitimar opressões, desrespeito e violação de direitos. “Afinal, queremos saber quais são os alicerces sobre os quais construímos nossa morada”. Já a estudante Clara Molina escolheu o mote ‘O Corpo feminino: morada primaz’. Na visão dela, a desigualdade na hierarquia entre homens e mulheres, em que há uma pretensa superioridade masculina, contribui para a legitimação e a naturalização do uso da violência pelos homens contra mulheres. “O corpo feminino passa a ser, então, mais sujeito à violência que outros corpos ao longo de suas diversas idades. É necessário modificar essa realidade para que o corpo, no qual habita uma mulher, seja respeitado em palavras, gestos e atitudes ”, reflete Clara.

As imagens ficam em exposição no Pátio central, no campus Edson Machado, quadra 613/614 Sul, do dia 31/03 a 14/04, das 19h30 às 23h. A entrada é gratuita.

Serviço

Exposição fotográfica – Domus – “Moradas Visuais”.
De 31 de março a 14 de abril, das 19h30 às 23h.
IESB, Campus Edson Machado, quadra 613/614, Av. L2 Sul
Entrada gratuita e aberta ao público

Anterior ENTRETENIMENTO LATINOAFRICANO
Próximo RITA LOBO NO MERCADINHO DE BRASÍLIA