Escola Arara Azul: uma programação especial na sexta (19)


Escola Arara Azul, em Águas Claras
Escola Arara Azul, em Águas Claras | Foto: Divulgação

Índios se adaptam às novas tecnologias e reforçam suas origens com evento

Em alusão ao Dia do Índio, comemorado no dia 19 de abril, a Escola Arara Azul, em Águas Claras (DF), terá uma programação especial na próxima sexta-feira (19). A escola organizou um evento, que contará com a presença de índios e darão uma palestra para falar das tradições da tribo Fulniô, que vive em uma reserva na cidade de Águas Belas, em Pernambuco.

O projeto, realizado anualmente, busca trazer o resgate da cultura indígena, que além de orientar o processo de educação das crianças, contribui para fortalecer a auto estima do povo indígena.

Segundo o representante indígena, Pablo Ravim, esse movimento cultural faz com que os índios se fortaleçam e quebrem barreiras e esteriótipos. “Hoje já usamos celular, redes sociais, temos acesso à tecnologia e nem todos se vestem como nos filmes e livros e muitos de nós se formaram como professores e engenheiros”, ressalta Ravim, ao contrapor a imagem que muitas pessoas ainda têm dos índios através dos livros.

As atividades nesse período na escola vão além de pintar o rosto. Elas trazem a vivência e, para cada idade, de 0 a 7 anos, a coordenação das turmas trabalha o tema de uma forma. Para os alunos maiores, a tecnologia também é uma aliada. “Mostramos vídeos do cotidiano dos índios para as crianças, mas não apresentamos como um personagem e sim como parte da nossa realidade, explica a mantenedora da Arara Azul, Êunia Maria.

Oficinas de bijuterias, feira de artesanato, música, dança e rituais indígenas também fazem parte do cronograma.

Anterior Os robôs estão chegando! Você será substituído por um robô?
Sem mais notícias recentes.