FIGUEROAS NO OUTRO CALAF


O Bregarraiá do Cafuçu do Cerrado, dia 24 de junho no Outro Calaf, apresenta o “Swing Veneno” do Figueroas

Balada quente e fervida agita a noite de São João (24/06) com Lambada, Cúmbia, Carimbó, Forró, Brega-Raiz e muito mais. Além do show do Figueroas, inédito em Brasília, a noite conta ainda com as participações dos DJs Formiga, Barretto e da Pequi.

Quando os alagoanos do Figueroas, Givly Simons, vocal, e Dinho Zampier, teclados, sintetizador e arranjos, lançaram o álbum de estreia “Lambada Quente”, a dupla surpreendeu com sua linguagem própria, psicodélica e recheada de levadas latinas como a lambada paraense. Irreverência dançante, que segue presente no segundo álbum “Swing Veneno” (Records e Deck), lançado nos formatos Digital, CD e Vinil.

Além das melodias aceleradas, impulsionadas por frases de guitarrada, efeitos de sintetizadores e teclado, para ambientar letras pegajosas, “Swing Veneno” pode até soar nonsense, “mas não é, trata-se apenas o nosso modo de nos expressarmos artisticamente”, ajusta Givly. Com a lambada ainda presente, misturada a ritmos que a originaram, como a Cúmbia, o Carimbó e o Brega-raiz, os Figueroas intimam a todos com uma sonoridade ainda mais original neste novo trabalho.

Gravado no Red Bull Studios, em São Paulo, por Rodrigo Funai Costa, também responsável pela mixagem, produção e arranjos de Dinho e masterização de Fábio Roberto, as 10 faixas de “Swing Veneno”, são, grande parte, de autoria de Dinho e Givly, e outras em parceria com Fabio Mozine e Rafa Moraes.

O disco traz uma versão “desconstruída” de “Não Há Dinheiro que Pague”, de Renato Barros e gravada por Roberto Carlos nos anos de 1960, em uma lambada quente e psicodélica. A canção “Boneca Selvagem” mostra exatamente o tom do ‘swing’ dos músicos, com muitas guitarras e sintetizadores, também presentes nas lambadas “Melô do Beijo”, “Melô do Futuro” e “Lambada Das Nações’’.

O carimbó elétrico está forte e psicodélico em “Acho que Tô Legal’’. Os caminhos do pop são explorados em “Jaqueline”, na qual as guitarras dão lugar aos violões. Temas instrumentais psicodélicos seguem no repertório, como em “1000 Beijos’’, onde o diálogo entre guitarra e órgão elétrico ganha destaque. Mais dançante e provocante que nunca, “Swing Veneno” do Figueroas chegou ousado, diferente e “causando”.

Serviço

Festa show BregaArraiá Cafuçu do Cerrado com Figueroas e DJs Pequi, Formiga Barretto
Local: Outro Calaf
Endereço: Setor Bancário Sul – Bloco Q – Térreo, Asa Sul
Dia: 24 de junho de 2017
Horário: das 22h às 5h
Ingressos: R$ 20,00 (+ R$ 2,00 taxa no Sympla), até 20/06/2017
Classificação indicativa: Não recomendado para menores de 18
Informações: Produtor Lucas Formiga 9.8264-4800

Anterior CINDERELA LÁ LÁ LÁ
Próximo DJ NA VARANDA