FILIPE LORENZO EM BRASÍLIA


Ousadia baiana no disco de estreia de Filipe Lorenzo em Brasília. Artista lança primeiro álbum que traz caminhos pouco explorados no universo da canção produzida hoje na Bahia

O C’est la Vie recebe em Brasília o soteropolitano Filipe Lorenzo para o lançamento do disco de estreia “Odisseia Baiana”, na quinta-feira (8/12), às 19h30. O primeiro projeto solo do cantor e compositor traz em sua sonoridade diversos elementos da música contemporânea aliado a texturas inspiradas na música afro-baiana, no pop, no jazz, no rock e na música de câmara. Com onze faixas, o título independente traz canções autorais de Lorenzo, parcerias com jovens nomes da música baiana e releituras de composições de Gilberto Gil e Alceu Valença, além de uma canção inédita da dupla Antônio Carlos e Jocafi.

O disco marca o início de uma trajetória que aponta a novos e ousados caminhos, ainda pouco explorados no universo da música produzida na Bahia nas últimas décadas. Apesar de ter releitura de músicas como “Serafim”, de Gilberto Gil, e “Tesouro do Desejo”, de Alceu Valença, o álbum traz na sua formatação a valorização do trabalho autoral. Lorenzo passeia pelas culturas que compõem o estado da Bahia, caminhando do litoral ao sertão. “Essa relação do disco com a variedade de gêneros vem da influência que tive durante minha vida, de ouvir desde os cantadores de Elomar até o samba de roda de Cachoeira. O álbum é um diálogo com as várias ‘Bahias’, desde do paraguassú, do recôncavo, a elementos do semiárido, como o forró, o xote e o baião, presentes na minha musicalidade”, disse Lorenzo.

O CD traz ainda uma música inédita da dupla Antônio Carlos e Jocafi, “Mirê Mirê”, além da parceria com jovens nomes da música soteropolitana, como Daniel Farias e Ian Lasserre. “É um trabalho que tem na sua temática a própria representação de uma odisseia, relacionada a transformação da música baiana nessas últimas décadas”, define Filipe Lorenzo.

O álbum “Odisseia Baiana” levou três anos até ficar pronto e tem a direção e produção musical de Paulo Mutti, grande influência de Lorenzo nos elementos regionais, sobretudo, do recôncavo baiano. Na equipe que fez parte das gravações estão nomes como Joatan Nascimento, Ivan Huol, Gabi Guedes, Maestro Bira Marques e Rowney Scott, músicos que já participaram de gravações de figuras como Caetano Veloso, Carlinhos Brown, Arnaldo Antunes, dentre outros.

Sobre Filipe Lorenzo

Vencedor do Prêmio Caymmi 2015 (categorias Melhor Música e Arranjo) o cantor Filipe Lorenzo acaba de lançar o seu primeiro álbum chamado “Odisseia Baiana”. Atua na cena musical baiana desde 2008 e hoje é uma das apostas da nova geração de cantores e compositores soteropolitanos. O cantor foi fundador do grupo Panos e Mangas, grupo que se destacou pelo repertório autoral e pela presença constante de músicos, compositores e compositoras da cidade em suas apresentações. Lorenzo também já fez parte de projetos como “Kabaluerê”, no Carnaval de Salvador de 2013, cantando em parceria com a consagrada dupla Antônio Carlos e Jocafi, além de participar de movimentos e coletivos como Manotropo, 4 Cantos, Cantautores e Sarau Popular.

Serviço

Show “Odisseia Baiana”, com Filipe Lorenzo
Data: 08/12
Horário: 19h30
Local: C’est la Vie Bistrô & Creperie
Endereço:CLS 408, Bloco A, loja 05, Asa Sul
Informações e Reservas: (61) 3244-6353
Couvert: R$ 10
CI: Livre

Anterior IMERSÃO LEIS EMOCIONAIS DO SUCESSO
Próximo BOTICÁRIO E A MAGIA DO NATAL