PÃES SAUDÁVEIS


Trigo orgânico na fabricação de pães. Belini Pães & Gastronomia oferece pães saudáveis

Os alimentos orgânicos estão cada vez mais presentes na mesa dos brasileiros. É um mercado crescente, 25% ao ano, mas o consumidor costuma ingerir mais verduras, legumes e alimentos frescos orgânicos e muitas vezes nem se dá conta de que existem outras variedades: como por exemplo os grãos.

A Belini Pães & Gastronomia (113 sul), aqui em Brasília, é pioneira no uso do trigo orgânico para fabricação de pães. Inclusive, a moagem é feita na própria casa. Segundo Gilberto Costa Manso, proprietário do centro gastronômico, o trigo utilizado nesse tipo de farinha é cultivado sem o uso de fertilizantes, agrotóxicos, respeitando as características do solo e preservando o ambiente. O resultado de tudo isso é uma farinha mais saudável. “Compramos numa cooperativa em Santa Catarina”, explica.

A farinha orgânica possui os benefícios de todo produto orgânico: por não receber agrotóxico ou química em seu cultivo, é mais segura no aspecto de prevenção de algumas doenças. E por ser mais pura, também é muito mais saborosa. Em versão branca ou integral, o ingrediente pode ser utilizado nas receitas da mesma maneira que a farinha comum.

Na Belini é possível encontrar dois tipos de pães: o multigrão orgânico e o integral orgânico, ambos produzidos com fermentação natural. O quilo da delícia sai em média R$39 e pode ser encontrado já embalado na loja ou fresquinho saindo do forno.

Para saber mais: você sabe a diferença entre a farinha branca e a integral? A farinha de trigo branca ou refinada é produzida a partir de grãos de trigo que passam por um processo de refinamento. É nesse processo que são retiradas a casca e o germe de trigo, onde se concentram os principais nutrientes do grão, como as fibras, as vitaminas e os minerais. Com isso, na composição final da farinha de trigo branca, ficam apenas o glúten e o amido. É por essa razão que ela se torna branquinha, mais leve e muito mais macia.

Fonte de carboidratos simples, que são absorvidos e metabolizados rapidamente pelo organismo, a farinha de trigo branca se transforma em fonte de energia rapidamente. Sendo assim, os alimentos feitos à base dela são indicados em casos nos quais existe a necessidade emergente do uso de energia.

Já a de trigo integral não oferece tanta leveza aos alimentos, pois mantém todos os componentes do grão de trigo, inclusive a casca e o germe. A principal vantagem do consumo da farinha de trigo integral é a presença de todos os nutrientes do grão de trigo, como as fibras solúveis e insolúveis, o ferro, o fósforo e o magnésio, que são indispensáveis na alimentação diária.

Ela é metabolizada mais lentamente pelo organismo, ou seja, ela é transformada em energia de forma mais lenta quando comparada à farinha de trigo branca. Além disso, as fibras presentes na opção integral ajudam no bom funcionamento do organismo.

Anterior CACAI NUNES EM SHOW SOLO
Próximo ARTE URBANA NA CAIXA