RÁDIO FEDERAL EM ÁGUAS CLARAS


Rádio Federal novo modelo de comunicação no Distrito Federal

Os dispositivos de comunicação se multiplicam na velocidade de um clique e ocupam o centro da vida cotidiana, sobretudo nas grandes cidades. Basta olhar para o lado para ver pessoas com os dedos ágeis sobre a tela touch screen de celulares modernos. O rádio, inventado por Thomas Edison, conseguiu levar a casa de todas as pessoas uma nova forma de transmitir informações. Hoje o rádio se reinventou através da web e múltiplos aparelhos de transmissão. O Aqui Tem foi ao estúdio da Rádio Federal, localizada no edifício Bercy Village, em Águas Claras e entrevistou, com exclusividade, o proprietário Idovan Araújo (foto), que falou sobre a sua rádio web, que completou dois anos e a caba de ganhar o Prêmio Profissionais da Música em evento realizado no Teatro Brasília a emissora faturou o prêmio da Melhor WebRádio concorrendo com emissões de todo Brasil.

Jornal Aqui Tem – Como nasceu a Rádio Federal?

Idovan Araújo – Tudo começou com um projeto chamado Federal Ground, um canal no Youtube que visava divulgar a cultura de Brasília. O grupo era composto por quatro pessoas: Bruno Vocal, Natalia Tomczak, Brenno Voxx e eu. Fomos convidados a dar uma entrevista em uma Rádio Web do Guará. A entrevista foi bem aceita e fomos convidados a fazer um programa semanal na rádio, o Federal Ground. Na época, a rádio estava sendo vendida e tentamos comprá-la, mas as negociações não deram muito certo. Então, propus ao Brenno que montássemos a nossa rádio. Ele topou e demos início ao projeto, que estreou no dia 26 de janeiro de 2013.

Qual o propósito da rádio?

A rádio visa outro tipo de comunicação, onde o conteúdo está em primeiro lugar. Nós queremos parecer com uma rádio convencional, porém com um conteúdo diferenciado, onde a música se tornaria apenas uma vírgula na programação. Hoje a música tem fácil acesso na internet, baixo e coloco no meu iPod e pronto! Conseguimos trazer para a rádio excelentes programas já existentes nas rádios como o Papo Firme do Luciano Lima, o QG do Samba do Sambista Potoka e o Cult22, apresentado há 20 anos pelo jornalista Marcos Pinheiro, que mais tarde se tornaria o programa Mundo Rock.

A rádio web já é um caminho pavimentado? Existe resistência daqueles acostumados com o dial?

A rádio web é um novo caminho para a comunicação. Acredito que estamos vivendo uma revolução, tal qual foi a revolução industrial. As mídias sociais e a internet em si têm transformado a vida das pessoas, o modo de viver, o convívio com outrem, até a forma de namorar esta diferente. Contudo, qualquer pessoa é um emissor de conteúdo, basta ter um smartphone na mão. O que fazemos e dar a pessoas com conteúdo a oportunidade de segmentar seu publico. Transformamos e ensinamos artistas e pessoas com conteúdo a serem radialistas, a conseguirem transmitir de forma direcionada seu conteúdo.

Qual a estratégia da rádio para alcançar mais gente?

A rádio é uma empresa no segmento startup. Cada pessoa envolvida, seja o radialista, o operador ou o convidado está voltada para atingir seu público. Cada pessoa que passa pela rádio deixa pelo menos 10 likes na fanpage da rádio, deixa seu público seguindo a rádio no twitter, marca a rádio no instagram ou compartilha o post no google+, e assim vai… Este modelo agrega novos segmentos e é por este motivo que a rádio não tem um segmento definido, como rock, samba. Os programas são pontuais, o publico é pontual.

Quem faz parte e como é o funcionamento da rádio?

A rádio está 24h no ar com playlist direcionadas. A partir das 8h, as playlists viram programas musicais, como: 1 hora do melhor da MPB, o melhor do Pop Rock, clássicos dos anos 80, as reprises dos programas ao vivo e assim vai… A programação geralmente começa à tarde, mas todo dia tem programa ao vivo e todos ajudam. Entre nossos colaboradores temos Plínio Perru, técnico de som; o radialista Mario Kenps, que toca o Light Hits e opera o Enerdizando; o jornalista Cristiano Porfírio; Gustavo Vasconcelos; Cristiane Dias; produtora do Forro Ispilicute; o historiador Luciano Lima; o blogueiro Sandro Gianelli; o jornalista Eldo Gomes; o stand-comedy Hugo Veiga; Alessandro Álvaro; o jornalista Marcos Pinheiro; o quadrinista Nestablo Ramos; o sambista “Potoka”; a publicitária Graziela Morais.

Como ouvinte pode acessar a rádio?

Além do site www.radiofederal.com.br é possível baixar o aplicativo próprio da Rádio Federal e ouvir diretamente no seu smartphone ou tablet. Trabalhamos com as duas principais plataformas, o IOS para quem tem um iPhone, que pode baixar o aplicativo na Apple Store, basta entrar e procurar Rádio Federal. E o Android, para quem usa sansung, sony, alguns modelos de nokia, que pode ir na PlayStore e baixar de lá…

Anterior SOIXANTE-DIX DE JUAREZ MACHADO
Próximo NÃO PISE NO QUE ESTÁ NA GRAMA