SÉRGIO MAGALHÃES LANÇA “OURO DO MEU PEITO” NO CLUBE DO CHORO


Cantor e compositor Sérgio Magalhães
Cantor e compositor Sérgio Magalhães | Foto: Guto Martins

O show do disco de estreia do artista Sérgio Magalhães, conta com as participações especiais de Afoxé Ogum Pá, Clodo Ferreira, Dora Barreto, Fernando César e Jaime Ernest Dias

No dia 6 de abril, o Clube do Choro de Brasília recebe o show “Ouro do meu peito”, do cantor e compositor Sérgio Magalhães. O disco de estreia do artista conta com 13 faixas – todas de autoria de Sérgio. A única exceção é “Guardião”, samba-choro com letra dele e melodia de Clodo Ferreira, que assina a apresentação do CD e é uma das participações especiais da noite.

Os violonistas Fernando César e Jaime Ernest Dias; a cantora Dora Barreto e o grupo Afoxé Ogum Pá completam o time de convidados.

Gravado por Ana Reis, Cris Pereira, Teresa Lopes e 7 na Roda, entre outros artistas, Sérgio conta que foi por sugestão de Fernando César (diretor musical do CD e do show) e de Vinícius Magalhães (filho e violonista em algumas faixas do disco), que ele decidiu fazer um álbum que fosse o registro do compositor.

Sérgio Magalhães é cantor, compositor e mestre de obras. O dia a dia está presente em suas músicas, como em “Todo tempo é pouco”, que diz: “Pega e serra o ferro para formar/Que todo tempo é pouco/O serviço é de louco/Vamos ‘piãozada’ trabalhar!”. Os canteiros de obras também são os locais de registro de suas composições. “O ouro do meu peito”, faixa que abre o CD, foi escrita em um saco de cimento.

Além do ofício de cantar e do cotidiano, Sérgio canta os encontros e desencontros amorosos, como nas faixas “Cicatriz” e “O perdão que chegou”. “Todo amor que se preza dói um pouco mais/E é capaz de fazer renascer/Toda luz que aparece vem da escuridão/Que o coração faz acender”, diz o artista em “Marca da verdade”.

No show do dia 6 de abril, Sérgio é acompanhado por Vinícius Magalhães (violão), Thanise Silva (flauta), Pedro Vasconcellos (cavaquinho), Valerinho Xavier (pandeiro) e Larissa Umaytá (percussão).

Sérgio Magalhães

Nascido e criado na Baixada Fluminense, Sérgio Magalhães saiu do Rio de Janeiro há quase 20 anos. Nas únicas férias que tirou na vida, ele foi para Brasília. A tranquilidade da cidade chamou a atenção do mestre de obras que, desde então, fez da capital federal sua morada.

O talento como cantor e compositor – que vinha desde os tempos das rodas de samba na Baixada – foi aperfeiçoado nas aulas de canto e percepção musical na Escola de Música de Brasília. Ali, Sérgio conheceu o violonista Jaime Ernest Dias, que o apresentou para vários artistas da cidade. Vieram festivais, shows e muitas composições. Agora, chega ao público o primeiro disco da carreira, “Ouro do meu peito”.

Serviço

Show de lançamento do disco “Ouro do meu peito”
Dia 6 de abril, sábado, às 21h, no Clube do Choro de Brasília (Eixo Monumental)
Ingressos: R$ 40 (inteira) e R$ 20 (meia).
Não recomendado para menores de 14 anos.
Telefone da bilheteria: (61) 3224-0599. Funcionamento: das 10h às 21h30, de segunda a sexta-feira; e das 19h às 21h30, aos sábados.

Sérgio Magalhães
Cantor e compositor Sérgio Magalhães | Foto: Guto Martins
Anterior A FABULOSA TRUPE DA GALINHA PINTADINHA VOLTA A BRASÍLIA
Próximo Escola atacada em Suzano retoma as aulas terça-feira