Palmeiras vence Botafogo e chega a 8 jogos sem sofrer gol


O Allianz Parque recebeu na noite desta quarta-feira (22), pela 20ª rodada do Campeonato Brasileiro, um dos maiores clássicos Rio-São Paulo: o confronto Palmeiras e Botafogo – o time da estrela solitária foi o primeiro dentre os quatro grandes do Rio de Janeiro a ter cruzado os caminhos do Verdão. Com dois gols de Lucas Lima no segundo tempo, o Palmeiras bateu o rival carioca por 2 a 0, somou três importantes pontos no Nacional e chegou ao seu 8º jogo sem sofrer gol, igualando a série de oito jogos intransponíveis imposta de 22/08/1965 a 28/09/1965 (a maior sequência do clube sem ser vazado é de 12 partidas, atingida em 1987).

Com o resultado positivo, o Palmeiras chegou a 36 pontos e ocupa neste momento a 4ª colocação na tabela – apenas um ponto a menos do que o Flamengo, 3º colocado. Já o Grêmio, atual 5º colocado, segue jogando contra o Cruzeiro e encerrará a partida nos próximos minutos – a Raposa vai vencendo e, caso se consume o resultado favorável a favor do time de Minas Gerais, o Palmeiras segue como 4º colocado.

Vale lembrar, no entanto, que o Atlético-MG (atual 6º na tabela) ainda joga na quinta-feira (23), e, caso vença do Vasco, em casa, o Galo também terminará a rodada com 36 pontos (assim como o Palmeiras), porém, ficará uma posição à frente do Verdão na tabela devido ao primeiro critério de desempate: número de vitórias.

Com a partida de hoje, alguns jogadores palmeirenses defenderam recordes que já pertenciam a si próprios antes do duelo com o Botafogo. Além dos dois gols marcados na vitória por 2 a 0, Lucas Lima segue como maior garçom do time na temporada, com dez assistências, e também como jogador com mais jogos no Brasileiro de 2018, ao lado de Bruno Henrique: a dupla disputou 18 jogos de 20 possíveis. Lucas Lima não marcou presença apenas frente o São Paulo, na 9ª rodada do Brasileiro, e o Atlético-MG, pela 14ª rodada, enquanto Bruno Henrique só não atuou diante da Chapecoense, pela 3ª rodada do Nacional, e do Ceará, pela 11ª rodada.

O meio-campista Bruno Henrique, aliás, segue como dono do posto de jogador do elenco alviverde com mais minutos disputados no Brasileiro de 2018: o camisa 19 acumula 1532 ao todo, já considerando eventuais períodos de acréscimo concedidos pela arbitragem.

Já o camisa 7 palmeirense, Dudu, detém várias marcas importantes com a camisa do Verdão, como a de atleta com maior número de partidas no Allianz Parque (89), com mais vitórias na arena (64 triunfos), o maior artilheiro (com 24 gols) e também o maior garçom (22 assistências). Em todas as vezes em que o atacante fez gols no estádio, o Palmeiras jamais saiu de campo derrotado.

Outro jogador que também segue liderando marcas pelo Verdão é Willian Bigode. O camisa 29 segue como o artilheiro do time no Brasileirão, com sete gols, e líder do posto de jogadores palmeirenses com mais partidas em 2018: são 45 no total.

O jovem Artur, de 20 anos, é uma das opções para o ataque palmeirense dirigido pelo técnico Luiz Felipe Scolari. O atleta, oriundo das categorias de base do Verdão, soma com o jogo de hoje nove partidas pelo clube e nenhuma derrota (foram cinco vitórias e quatro empates). Vale ressaltar que jogador fez parte do título brasileiro de 2016 no Palmeiras, atuando, inclusive, em um duelo daquela campanha (em 11/12/2016, contra o Vitória-BA, triunfo do Alviverde por 2 a 1).

As marcas e recordes específicos não são privilégios exclusivos dos jogadores. O técnico Luiz Felipe Scolari, o Felipão, é o treinador que mais vezes comandou o Verdão em jogos frente o Botafogo, agora com 17 duelos (7V, 6E e 4D). Depois de Felipão, aparecem Oswaldo Brandão, com 12 confrontos, seguido de Vanderlei Luxemburgo, com seis.

O duelo entre o Alviverde e o Alvinegro que se repetiu pela 117ª vez. No total de embates disputados, o Verdão leva vantagem: são 45 vitórias esmeraldinas contra 34 triunfos botafoguenses – os outros 38 embates terminaram com igualdade no placar. O saldo de gols também é favorável ao Maior Campeão do Brasil, que balançou as redes alvinegras 174 e foi vazado em outras 149 ocasiões.

Considerando todas as transformações físicas pelas quais o estádio esmeraldino passou, nas décadas de 30, 60 e, mais recentemente, em 2014, quando se transformou em uma moderníssima arena, o Alviverde possui ampla vantagem sobre o rival: em 30 jogos, são 17 vitórias, oito empates e apenas cinco reveses, com 52 gols marcados contra 25 sofridos.

A casa palestrina também foi anfitriã do primeiro encontro entre as duas equipes na história: isso aconteceu em 03/05/1922, quando o Verdão – à época Palestra Italia –, bateu o time de General Severiano, por 1 a 0, com gol de Imparato. A equipe da estrela solitária, aliás, foi o primeiro time dentre os quatro grandes do Rio de Janeiro que o Palmeiras enfrentou.

Foi também no estádio do Verdão que saiu a maior goleada da história do confronto: 6 a 0 a favor do Alviverde, em 06/11/1999, pelo Campeonato Brasileiro. Os gols foram marcados por Asprilla (duas vezes), Cléber, Aguinaldo, Pena e Evair.

O Palmeiras também leva vantagem sobre o Botafogo em jogos de Brasileirão, como no caso desta quarta-feira (22). Em 56 duelos na história, são 24 vitórias, 18 empates e 14 derrotas. O primeiro encontro entre as duas agremiações no Nacional aconteceu em 1967, empate por 0 a 0 – o torneio, à época, era denominado Roberto Gomes Pedrosa. E, curiosamente, o Alviverde saiu como campeão daquela edição (foi o 2º título dos nove que hoje possui).

Duelos contra o Botafogo por Brasileiros, aliás, costumam trazer boas lembranças ao Alviverde, que foi campeão em cima do time da estrela solitária no ano de 1972, após empate por 0 a 0 – resultado que dava o título ao Maior Campeão do Brasil.

Os maiores artilheiros palmeirenses em jogos contra o Botafogo são Ademir da Guia, César Maluco e Hernán Barcos. Cada um dos palestrinos balançou as redes do Alvinegro em seis oportunidades. Enquanto isso, Deyverson, Dudu, Guerra e agora Lucas Lima são os jogadores do atual elenco palmeirense que já deixaram sua marca em jogos diante da equipe do Botafogo.

O Palmeiras volta a campo no próximo domingo (26 de agosto, dia de seu aniversário de 105 anos), para enfrentar o Internacional, no Beira Rio, pela 21ª rodada do Brasileirão. Em seguida, o próximo compromisso do Alviverde será diante do Cerro Porteño-PAR, na quinta-feira (30), que vale vaga às quartas de final do Continental.

GOLS DA RODADA

Anterior Tricolor paulista empata com o Paraná e mantém liderança
Próximo Fluminense vence Corinthians por 1 a 0 no Maracanã