Musical vem a Brasília e conta a história do artista desde o anonimato até alcançar o coração do público

O nome de batismo é Jessé Gomes da Silva Filho, mas o grande público o conhece mesmo como Zeca Pagodinho. Artista consagrado, que alcançou o sucesso sem perder suas origens. É o Zeca do subúrbio, de Xerém, dos amigos, do palco e das canções que todo brasileiro sabe um refrão. Essa é a história real de um homem que se apaixonou pelo o samba ainda criança e, desde então, vive um caso de amor com a música.

“Zeca Pagodinho – Uma história de amor ao samba” retrata a vida do cantor em dois atos. No primeiro, o público conhecerá os momentos que levaram a construir o sólido caráter do nosso herói suburbano, que nunca deixou de ser um homem do povo. Caberá a Peter Brandão dar vida ao protagonista Jessé nessa fase. No segundo momento, o espetáculo retrata o encontro do artista com a fama e sua popularidade. O ator e diretor Gustavo Gasparani assume o papel de Jessé em sua fase madura.

A trilha sonora é destaque na construção da obra, compartilhando com nosso herói o protagonismo dessa história. Samba e narrativa se misturam nessa homenagem à Jessé. As canções evocam sua criação no subúrbio e potencializam o jeito carioca de ser, uma assinatura de Zeca Pagodinho e um jeito único de deixar a vida nos levar. Quatro músicos e um regente se unem aos 13 atores do elenco para juntos contarem, em texto e canção, a trajetória desse homem apaixonado pelo samba.

A dramaturgia recorre ao Teatro de Revista para narrar essa trajetória de sucesso e parceria com o público ao longo de mais de três décadas. Irreverência e bom humor marcam a narrativa, características que não poderiam faltar ao retratar o nosso herói suburbano. Com toda a liberdade que o teatro permite, a poesia também está presente no espetáculo. A peça inicia com Jessé embarcando no trem do samba rumo à “Estação Sucesso”. Essa é uma viagem sem paradas e que fará o espectador perder o fôlego, se emocionar e querer cantar.

“Zeca Pagodinho – Uma história de amor ao samba” estreou no Rio de Janeiro e agora sai em turnê pelo Brasil, passando por Fortaleza, Recife, Salvador, Belo Horizonte, Brasília, Vitória, Goiânia, Santos, Curitiba e Porto Alegre. O espetáculo é uma produção da Dannemann Entretenimento e Chaim Produções.

Texto, roteiro e direção geral

Grande admirador de Zeca Pagodinho, Gustavo Gasparani escreve, dirige e é um dos protagonistas do espetáculo. Com 35 anos de carreira, dois livros publicados e diversos prêmios no currículo, Gasparani já participou de mais de 45 montagens e fundou uma das companhias de teatro mais importantes do país – a Cia dos Atores. Na televisão, participou de novelas e séries de destaque na Rede Globo; “Cheias de Charme”, “Geração Brasil”, “Sitio do Pica-Pau Amarelo”, “Dalva e Herivelto”, “Anos Rebeldes”, “A Grande Família” e “Casos e Acasos” são alguns exemplos. Seus últimos trabalhos no teatro foram nos musicais “SAMBRA – 100 anos de samba”, com Diogo Nogueira e grande elenco, “Gilberto Gil, Aquele Abraço – O Musical”, e “Bem Sertanejo – O Musical”, com Michel Teló.

Serviço

“Zeca Pagodinho – Uma história de amor ao samba”:
Local: TEATRO UNIP
Endereço: 913 sul
Capacidade: 500 LUGARES
Duração: 2h, com intervalo de 15h
Horários:SÁBADO ÀS 18H E 21H E DOMINGO ÀS 20H
Vendas: BELINI 113 SUL, LOJAS BILHETERIADIGITAL (CONJ. NACIONAL, BRASÍLIA SHOPPING , PATIO BRASIL)
Bilheteria: www.bilheteriadigital.com

Valores

R$150,00 inteira e R$75,00 meia
R$ 50,00 inteira e R$25,00 meia ingressos promoção (apenas 100 ingressos por sessão)

Ficha técnica

Texto, roteiro musical e direção geral: Gustavo Gasparani
Direção musical e arranjos: João Callado
Direção de movimento e coreografia: Renato Vieira
Produção Geral: Victoria Dannemann e Sandro Chaim
Direção de arte e cenografia: Gringo Cardia
Figurino: Marcelo Olinto
Iluminação: Paulo Cesar Medeiros
Preparação e arranjos vocais: Maurício Detoni
Visagista: Beto Carramanhos
Produção de elenco: Marcela Altberg
Assistente de direção e diretor residente: Fabricio Polido
Assistente e Produtor de Cenografia: Jackson Tinoco
Assistente de Coreografia: Marluce Medeiros
Figurinista assistente e Produtor de Figurino: Almir França
Elenco: Ana Velloso, Beatriz Rabello, Bruno Quixotte, Douglas Vergueiro, Édio Nunes, Gustavo Gasparani, Lilian Walesca, Lucianna Vieira, Milton Filho, Peter Brandão, Psé Diminuta, Ricardo Souzedo e Wladimir Pinheiro
Os músicos: Glauber Seixas, Naná Simões, Rodrigo Jesus e Rodrigo Reveles; Regente: João Callado
Produção em Brasília: Deca Produções

Anterior MOSTRA FOTOGRÁFICA MULHERES NEGRAS DO SENADO FEDERAL
Próximo Investigação do vazamento sobre sigilo fiscal de Temer