Atlético empata com o Patrocinense pelo Mineiro


O Atlético empatou com o Patrocinense por 2 a 2, neste domingo, na Arena Independência, em partida válida pela quarta rodada do Campeonato Mineiro.

Na próxima rodada, domingo (4/2), às 19h30, o adversário será a URT, no estádio Zama Maciel, em Patos de Minas.

O Galo começou pressionando e criando boas chances para fazer o gol.

Aos 24 minutos, Otero cobrou escanteio e Leonardo Silva se antecipou à zaga na primeira trave, abrindo o placar para o Atlético. O capitão, que é o zagueiro que mais fez gols com a camisa alvinegra, marcou pela trigésima vez pelo clube.

Logo em seguida, Cazares recebeu um bom lançamento da direita e finalizou para as redes do adversário, mas o lance foi mal anulado pela arbitragem, que marcou impedimento.

Aos 47 minutos, Fábio Santos recebeu a bola na esquerda, cruzou forte para a área e o zagueiro Diego Borges desviou de cabeça marcando contra o segundo gol do Atlético.

Aos 14 minutos da segunda etapa, o atacante Marcelo Régis, de cabeça, fez o primeiro gol do Patrocinense.

Aos 30 minutos, o atacante Genesis, que havia entrado no lugar de Marcelo Régis, também de cabeça, fez o segundo gol e empatou a partida para o time de Patrocínio, dando números finais ao jogo.

FICHA TÉCNICA

ATLÉTICO x PATROCINENSE
Motivo: Campeonato Mineiro (4ª rodada)
Data: 28/01/2018
Hora: 17h
Estádio: Independência
Cidade: Belo Horizonte-MG
Público: 20.234
Renda: R$168.016,00
Árbitro: Felipe Fernandes de Lima (CBF)
Assistentes: Ricardo Junio de Souza (CBF) e Augusto Magno de Ramos (CBF)
Cartões amarelos: Fábio Santos (Atlético); Rodolfo Mol (2), Ademir, Juninho Arcanjo, e Magal, (Patrocinense)
Cartão vermelho: Rodolfo Mol (Patrocinense)

Atlético

Victor; Samuel Xavier, Leonardo Silva, Gabriel e Fábio Santos; Arouca e Elias (Gustavo Blanco); Róger Guedes (Marco Túlio), Cazares (Bruno Roberto) e Otero; Ricardo Oliveira.
Técnico: Oswaldo de Oliveira

Patrocinense

Neguete; ngelo, Diego Borges, Rodolfo Mol e Danilo Tarracha (Magal); Leomir, Mário César, Jefersom Berger e Juninho Arcanjo (Diogo Peixoto); Ademir e Marcelo Régis (Genesis).
Técnico: Rogério Henrique

Anterior Carnês do IPVA de 2018 não incluem boleto do seguro obrigatório
Próximo Palmeiras supera Bragantino e segue com 100% no Paulistão