Empresas de todo o Brasil se adequam às novas normas adotando ERP com menor valor, maior segurança e agilidade nas operações

A partir 24 de março data limite para que as empresas deem mais um passo para se adequar à Nova Plataforma de Cobranças da Federação Brasileira de Bancos (Febraban). Todos os boletos bancários com valores acima de R$ 800 deverão ser registrados. Mesmo que de forma gradual, a implantação tem sido pauta de muitas discussões em todo o país. A recente parceria entre o Bling Sistema de Gestão on-line (ERP) e o Moip Pagamentos não apenas reduz o custo no valor da emissão do boleto em até um quarto do que é praticado no mercado como já garante à empresa sua adequação a nova medida, sem pagar mais por isso.

A Febraban começou a operação em julho do ano passado, aceitando apenas boletos acima de R$ 50 mil. Em setembro foi a vez dos documentos com valor igual ou superior a R$ 2 mil, o correspondente a 3,7% dos cerca de quatro bilhões de boletos emitidos por ano no Brasil. Enquanto o sistema bancário brasileiro em geral cobra taxas que chegam a ultrapassar os R$ 10 para a emissão de um boleto bancário, a integração Bling e Moip vem atraindo a adesão de milhares de empresas de todo o país que utilizam esta forma de cobrança ao fixar em R$ 2,29 o preço de cada boleto. Além da redução no custo, o serviço também garante maior segurança e agilidade nas operações com a integração aos processos de venda e nota fiscal.

Com este valor, a solução já vem sendo utilizada por milhares de empresas de todo o país. Bling e Moip integraram suas expertises para oferecer uma solução com menor custo, maior segurança e agilidade nas operações. A integração entre os sistemas das duas empresas traz resultados altamente vantajosos já adaptados à nova demanda de boletos com registro. “Já agora a partir do dia 24 de março todos os boletos com valores superiores a R$ 800 deverão ser registrados. Essa é uma mudança muito significativa no mercado, tendo em vista o pouco preparo dos empreendedores para as novas normas. Desde janeiro, Bling e Moip trabalham na integração de sistemas para resolver o assunto e, hoje, oferecemos uma solução eficaz e barata, capaz de atender todos os portes e segmentos de empresas”, destaca Sidney Zynger, diretor de Marketing do Bling.

Para Igor Senra, CEO do Moip, destaca que o propósito é gerar um ambiente de negócios melhor para empreendedores. “O propósito do Moip é fazer dos empreendedores a força de prosperidade da nossa sociedade. Considerando isto, a parceria com o Bling tem caráter estratégico para nós, uma vez que poderemos ajudar a todo ecossistema atendido pelo Bling com diferentes formas de serviços financeiros e de pagamentos. Ao mesmo tempo, pode representar um ganho para os mais de 300.000 clientes do Moip dado que poderão ter maior e melhor controle dos seus negócios através das ferramentas oferecidas pelo Bling”.

A parceria representa vantagens importantes na operação dos clientes das duas empresas. Agora é possível emitir boletos de cobrança em menos de 1 minuto realizando a operação toda diretamente no sistema de gestão Bling. E a operação contribui para a redução de fraudes em boletos, pois o processo é altamente seguro.

Sobre a Nova Plataforma de Cobranças

Na Cartilha da Nova Plataforma de Cobrança, a Febraban diz que o código de barras com as 44 posições continua funcionando da mesma maneira, o que não acarreta em mudanças nos leitores óticos dos códigos de barras. Com as novas normas, cada boleto emitido deve possuir uma cópia digital idêntica em plataforma virtual. No tópico sobre o boleto com registro, algumas informações vão ser obrigatórias, facilitando alguns processos. No momento do pagamento do boleto será feita consulta automática na Plataforma de Cobrança para que todos os dados sejam conferidos. Se forem compatíveis a operação é válida, mas caso ocorra alguma divergência de informação, o pagamento não é aceito. O cliente terá que pagar o boleto no banco que fez a emissão para que seja verificado.

A Nova Plataforma de Cobranças traz maior transparência no relacionamento com o consumidor final, controle em pagamentos duplicados (não vai permitir que ocorra) e segurança para não ocorrer lavagem de dinheiro. O pagamento de boletos vencidos poderá ser feito em qualquer banco.

Sobre o Bling

Integrado aos principais sistemas voltados para o mercado virtual, o Bling é um software de gestão em nuvem (pode ser utilizado de qualquer lugar via internet) e acessível (sem custo de instalação e sem taxa extra para integrar a outros sistemas). O ERP oferece ferramentas como recebimento de pedido; verificação de pagamentos via boleto; emissão de notas fiscais (NF-e, NFS-e, NFC-e), controle de frente de caixa e comissões, além de relatórios gerenciais.

Em 2017 o Bling recebeu aporte do Fundo Criatec 2, que investe em projetos inovadores e com alto nível de prosperidade no mercado de tecnologia brasileiro.

Sobre o Moip

Moip é uma sigla para “Money over IP”, traduzindo para “dinheiro sobre um protocolo de Internet”, a empresa nasceu da ideia de três empresários de criarem uma solução para facilitar o recebimento de pagamento na internet e impactar de forma positiva o mercado dos empreendedores digitais.

Então surgiu o Moip, na época uma startup que se transformaria em uma das maiores empresas de solução de pagamento do mercado, com os mesmos ideais até os dias atuais.

Em 2016, foi adquirido pela empresa alemã Wirecard, uma das maiores e mais inovadoras empresas de pagamento do mundo.

Se atente as datas

Fim do prazo de convivência
A partir de 13 de janeiro/2018 – R$ 50 mil ou mais
A partir de 3 de fevereiro/2018 – R$ 4 mil ou mais
A partir de 24 de fevereiro/2018 – R$ 2 mil ou mais

A partir de 24 de março, todos os boletos que passarem pela Nova Plataforma terão de seguir as normas do novo sistema, dentro do seguinte cronograma:

Novo cronograma

A partir de 24 de março/2018 – R$ 800,00 ou mais
A partir de 26 de maio/2018 – R$ 400,00 ou mais
A partir de 21 de julho/2018 – R$ 0,01 ou mais
Em 22 de setembro/2018 – processo concluído, com a inclusão dos boletos de cartão de crédito e de doações, entre outros.

Anterior Campanha quer enfrentar alta incidência de tuberculose no Rio
Próximo Espaço para profissionais divulgarem produções acadêmicas