BRASÍLIA VAI TER SUA PRIMEIRA MOSTRA DE CINEMA SURDO


Libras é Merda
Libras é Merda | Foto: Divulgação

O projeto Cinema Surdo tem como foco inserir pessoas surdas no mercado de economia criativa com ênfase na produção audiovisual. E através de oficinas, capacitar a comunidade surda de forma técnica e profissional

Além da capacitação o projeto Cinema Surdo visa criar um canal de comunicação e difusão da cultura surda, de inclusão sociocultural, e da criação de uma rede de colaboração entre usuários e não usuários da LIBRAS. Para a comunidade surda as principais referências de comunicação são as imagens. Logo, o ato de criar arte e se comunicar através do cinema torna-se uma expansão criativa de realidade para o surdo.

O projeto já concluiu sua primeira fase, que consistiu em aulas teóricas e práticas do processo completo de execução de um filme. Do roteiro a edição final, os alunos tiveram a oportunidade de desenvolver seus próprios filmes. De serem protagonistas de suas obras, como roteiristas, editores, atores e criadores de cinema.

O projeto conta com o apoio do Fundo de Apoio à Cultura – FAC, Secretaria de Cultura e Governo do Distrito Federal; e da Associação de Pais e Amigos de Deficientes Auditivos – Apada/DF; Nômade Video Arte e produtora Arte & Cena .

Agora, o projeto tem quatro filmes feitos pelos alunos para serem exibidos, são eles: Libras é merda?; Não me toque; O corpo da liberdade e Boneca de sangue. A exibição dos curtas será feita de forma itinerante em três exibições em diferentes regiões administrativas de Brasília. A estreia será no dia 30 de março, no Cine Brasília, com cerimônia de abertura e exposições. A classificação é de 16 anos e a entrada é franca.

Serviço

Local: Cine Brasília, EQS 106/107, Asa Sul, Brasília – DF
Data: 30/03/19
Local: Teatro Sesc Paulo Autran, CNB 12 – AE 2/3, Taguatinga, Brasília – DF
Data: 10/04/19
Local: Teatro Sesc Newton Rossi, 05/04/19, QNN 27 – AE – Lt. B, Ceilândia, Brasília – DF
Data: 18/05/19
Entrada Franca
Classificação 16 anos

O Corpo da Liberdade
O Corpo da Liberdade | Foto: Divulgação
Anterior RESTAURANTE DOLCE VITTA INOVA COM ESTROGONOFE NA TAÇA
Próximo ”OS MELHORES ERROS DA MINHA VIDA” DE DANIEL VILLAS BÔAS