COMO SOBREVIVER AO CASAMENTO


Em março, mês das mulheres, estáde volta o grande sucesso da Cia de comédia G7: “Manual de Sobrevivência ao Casamento”. O espetáculo fica em cartaz por apenas três semanas (de 10 a 26 de março), sempre no Teatro Maristão. A temporada faz parte das comemorações de 50 anos do BRB, e é considerada um dos melhores trabalhos da trupe.

Está de volta o espetáculo de teatro que vai resolver todos os seus problemas a dois: “Manual de Sobrevivência ao Casamento” é uma comédia dos mesmos criadores dos sucessos “Como Passar em Concurso Público”, “Autoajude-se” e “Amar é Brega”, dentre outras. Por meio de um manual de regras para a boa convivência no casamento, o grupo conta a história de duas pessoas que decidem casar-se no ardor da paixão e depois sofrem as consequências dos conflitos da vida de casal. Morar junto, dividir o banheiro, ronco, TPM, traição, gerência dos trabalhos domésticos, falta de elogios, toalha molhada em cima da cama, são milhões de situações e embates que ele, o casamento, cria para ameaçar a sua sobrevivência. Com muito bom humor, o G7 prova não só que casar é uma ciência, dependente de boa vontade, respeito e diálogo, mas também propõe uma reflexão sobre a necessidade quase instintiva do ser humano de ser feliz com outra pessoa, diferente de outros exemplos encontrados na natureza. Será possível ser feliz sozinho?

As cenas cômicas retratam situações do cotidiano dos casamentos, como por exemplo: ciúmes, traição, romantismo, dinheiro, saúde do casal e, como não poderia deixar de ser, sexo. Sob o olhar crítico da comédia, o objetivo é despertar reflexões no público. Será que todos devem casar? O casamento é o objetivo maior do amor? De um jeito ou de outro as estatísticas não mentem: pessoas casadas vivem mais.

O processo de criação do espetáculo foi intenso, com a preparação do texto em 4 meses, mais 3 meses de ensaios e produção. Ao longo desse período os artistas entrevistaram casais, grupos de homens e mulheres separadamente com pessoas de todos estados civis, consultaram livros sobre o assunto e entrevistaram especialistas na área como César Serra (cerimonialista), Raquel Salaro Menezes (designer) e Cátia Damasceno (professora de artes sensuais).

“Manual de Sobrevivência ao Casamento”, uma reflexão cômica para você que pensa em se casar, que já está à beira do altar ou que é casada a muito tempo, ou, ainda, você que foge dessa história de véu e grinalda, uma peça divertida que busca passar uma mensagem positiva e respeitosa sobre essa poderosa instituição, além de provocar o espectador a pensar, um pouquinho que seja, sobre si mesmo.

Sobre o Espetáculo

A peça revela-se aos poucos e o que parece ser um amontoado de cenas sem qualquer relação descortina-se em uma história que se completa na imaginação do público.

Tudo começa com o primeiro pedido de casamento da história, nos primórdios de Adão e Eva. Por uma misteriosa influência da cobra, os dois se deixam levar nos planos para as bodas e, quando percebem, foram expulsos do paraíso, contaminados pelo vírus do matrimônio.

Em seguida, a peça transita por situações normais de relacionamento, como, por exemplo, a rotina de um casal após sete anos juntos, as discussões na hora do jogo de futebol e da novela, a divisão dos trabalhos domésticos, a TPM, o ronco, o primeiro exame de próstata do marido, a infidelidade e a culpa, dentre outros episódios de intimidade rotineiros que, observados pela lupa da comédia e pelo certo distanciamento da ficção, levam-nos a uma reflexão sobre nossas próprias ações no dia a dia.

O espetáculo pretende transmitir a mensagem de que não existe um Manual de Sobrevivência ao Casamento único e apto a prever todas situações e conflitos da vida em casal, mas sim vários possíveis, concebidos por cada um em sua vivência e aplicáveis com base no diálogo, respeito e na “arte de ceder”. Mesmo assim, dizem por aí que casar é melhor que morrer queimado.

Serviço

Local: Teatro Maristão, 615 Sul – Brasília – DF.

Pré-Estréia Social GratuitaBeneficente para alunos do ensinomédiopúblicopré-selecionados.
Quinta – Dia 10/03 – 20 hs

Pre-Estréia 10/03 – Sexta – 21 hs
Estréia 11/03 – Sábado – 21 hs
12/03 – Domingo – 20 hs

18/3 – Sábado 19 e 21 hs
19/3 – Domingo 20 hs

25/3 – Sábado 19 e 21 hs
26/3 – Domingo 20 hs

Mais Informações pelo whatsapp : 61 99351-1369

Ingressos Antecipados: A partir de R$ 25,00 a meia entrada

Meia Entrada: Estudantes, Professores e demais casos previstos em Lei, e doadores de 1kg de alimento ou 1 livro.

60% de desconto – Clientes BRB, Correio Braziliense e Interlife.

Pontos de venda:

Bilheteria do Teatro nos dias do espetáculo a partir de 14hs.
Up Grade – 415 Sul – Brasília – DF (Sem Taxas, somente dinheiro )
Pela internet – site g7comedia.com
FNAC – Park Shopping (sem taxas)

Duração: 80 minutos.

Classificação indicativa: 12 anos

FICHA TÉCNICA

Concepção, Texto, Direção e Elenco:
Benetti Mendes
Felipe Gracindo
Frederico Braga e
Rodolfo Cordón
Direção, produção e realização: Cia de Comédia G7

Equipe técnica

Produção e Administração: Marco Wanderlei
Iluminação: Gilmar Silveira
Sonoplastia: Taigo Matos
Direção de palco: Giovani Santos
Assistente de palco: Jefferson Landim
Apoio de Produção: Antonio Neto
Assessoria de Imprensa e Administração: Francinete Mariano

Novidades da Companhia

Em Abril em homenagem ao Aniversário de Brasília, o G7 lança o “Especial G7 – Aniversário de Brasília”, uma seleção de cenas especiais que retratam nossa querida Capital com direito à volta do Roriz e muitas outras comédias de Brasília.

Em maio o G7 estreia o novo espetáculo “ AINDA MORO COM MAMÃE “ uma comédia musical com um assunto em alta nos lares do mundo inteiro.

Anterior O TERNO E BOOGARINS NA CAIXA
Próximo CONFUSÕES DE UM CASAL