DOMINGO EN SAN TELMO


Domingo en San Telmo chega à segunda temporada. Edição 2016 do evento inspirado em feirinha argentina estreia em 10 de julho

Após o sucesso no ano passado, o Domingo en San Telmo está de volta. A temporada 2016 da versão brasiliense da feirinha mais popular do bairro portenho terá início neste domingo, em 10 de julho e, como de costume, funcionará das 11h às 17h. Idealizado pela chef Renata Carvalho, o evento será realizado aos domingos, durante o período de estiagem, com exposições e música nos fundos do Loca Como Tu Madre (306 Sul), e comes e bebes no vizinho Ancho Bistrô de Fogo.

Integrado ao ambiente da feirinha, o Ancho oferecerá, na área externa do Bar dos Fundos, algumas opções do menu como sugestões do dia e drinques, a preços diferenciados, de R$ 6,00 a R$ 32,00. Entre as opções estarão choripán (linguiça da casa, molho chimichurri e picles de maxixe no pão francês), empanadas, língua ao vinagrete de chimichurri, além de receitas para quem não consome produtos de origem animal, como batatas rústicas, sanduíche de kafta vegana (elaborada com trigo e molho chimichurri, servida no pão de parrilla com salada de rabanete), brochette de shiitake, polvo ou quiabo, e outras delícias.

Com exceção deste domingo, também estão previstas atrações culturais este ano. Durante a temporada 2015, que teve início em 5 de julho e foi até 20 de setembro, passaram pela feirinha músicos como Igor Diniz, do Quarteto 4Jazz, Ian Coury e o norte-americano Ted Falcon, com apresentação de ritmos como jazz, gypsy jazz, choro e música brasileira, além de expositores de antiguidades, artistas de estátuas vivas, livreiros, brechós, quitandas, vendedores de vinis, flores e artesanatos.

Feirinha de San Telmo

Localizada na Plaza Dorrego, a feira de San Telmo tem um quilômetro de extensão. Lá, são comercializadas antiguidades e quinquilharias, nas 270 barraquinhas que conquistam os turistas do mundo todo. A feira é a mais famosa de Buenos Aires, recebendo 10 mil visitantes a cada domingo.

Dentre os muitos artigos vendidos se destacam os objetos antigos, pinturas, souvenires, pulseiras, retratos, livros, talheres, quadros, luminárias, mesas, cadeiras e os mais diversos tipos de artesanato.

A primeira feira foi realizada em novembro de 1970 e contou com 30 barraquinhas. Ela foi feita às pressas e para conseguir pessoas interessadas em participar, o organizador do evento, o arquiteto José María Peña, publicou em alguns jornais o anúncio “Quer vender suas coisas velhas? Faça isso em uma praça. Informações: Sarmiento, 1551″. Com o tempo chegaram mais pessoas e foi criado então um plano com divisões e a regulamentação da feira.

Domingo en San Telmo na 306 Sul

306 Sul, Bloco C, no Loca Como Tu Madre e no Ancho Bistrô de Fogo.
Todos os domingos do período de estiagem, a partir de 10 de julho, das 11h às 17h.

Da Redação | Foto Divulgação
Sugestões portalaquitem@gmail.com

Anterior FERRAGUTTI E KRAMER NO SESCTV
Próximo MOSTRA NEW QUEER CINEMA