EMÍLIA MONTEIRO NA FESTA TERREIRADA


Artista de raízes amapaenses apresenta sonoridades com influências caribenhas presentes em seu primeiro disco

Filha de pais amapaenses, Emília Monteiro dissipa o marabaixo e o batuque – dois dos ritmos mais tradicionais da região – Brasil afora. Brasília vai poder acompanhar isso mais uma vez na apresentação da artista na Festa Terreirada. O evento ocorre no dia 12 de março, domingo, a partir das 19h30, no Circulo Operário do Cruzeiro. Emília compartilha o palco com o grupo Filhos de Dona Maria e a DJ Tamara Maravilha.

O disco de estreia Cheia de Graça (2013) serve de base para o show. No álbum, a artista evoca a cultura musical de estados como o Amapá, o Amazonas e o Pará com roupagens contemporâneas. Inclusive, ícones da região endossam o talento de Emília Monteiro. Cheia de Graça traz uma participação da estrela paraense Dona Onete, que assina a autoria do carimbó chamegado “Eu Quero Este Moreno pra Mim”. O mestre da guitarrada Aldo Sena e o percussionista do quilombo do Curiaú, Nena Silva também estão no disco.

A apresentação amazonicamente festiva e caribenha traz ainda músicas de outros artistas, entre eles o rei do carimbó Pinduca e a banda Calypso, além de faixas da nova geração, como a cantora Lia Sophia. Em Brasília, Emília Monteiro se apresenta ao lado da bateria, guitarra e do baixo do grupo Passo Largo, natural da capital federal, além de trompete e percussão.

Serviço

Emília Barreto @ Festa Terreirada – DF
Data: 12 de março, domingo
Horário: 16h (show às 19h30)
Ingressos: de R$ 20 (até às 20h; na porta) a R$ 25 (depois das 20h; na porta)
Local: Circulo Operário do Cruzeiro – SRE/S Áreas Especial 09, Cruzeiro Velho (ao lado da Administração do Cruzeiro), Brasília – DF

Sobre Emília Monteiro

Nascida em Minas Gerais e filha de pais amapaenses, a artista ocupa os palcos com sua presença potente há mais de dez anos, tendo participado do coletivo de teatro Cia. dos Menestreis. As atuações abriram portas para a música, o que a levou a começar o projeto do seu primeiro disco: Cheia de Graça, que foi lançado em 2013 e resgata as raízes daquele que é o mais negro dos estados brasileiros e um dos que faz fronteira com o Caribe. Descrevendo-se como “amazonicamente festiva e caribenha”, Emília mescla referências da MPB com a irreverência e o bom humor típicos dos caboclos do Norte. “Quero levar ao público uma cultura brasileira desconhecida, mas que merece estar no cenário da MPB por ser muito forte e rica”, diz.

Ouça Cheia de Graça

Spotify
Deezer
Google Play
iTunes
YouTube

Emília Monteiro na web

Facebook
Twitter
Instagram
Site
YouTube

Anterior CICLO DE CINEMA ESPAÇO FEMININO
Próximo CORA DENTRO DE MIM