Escola de Brasília investe em tecnologia e robótica


Objetivo Brasília investe em inovação no Ensino Médio | Foto: Divulgação

A evasão escolar nesse período foi uma das principais questões apontadas pelo Censo Escolar divulgado pelo MEC

O Censo Escolar da educação básica é uma das mais importantes ferramentas para que os profissionais da educação possam compreender a situação do ensino no país. Pensando nisso, colégios como o Objetivo Brasília, intensificam seus programas de estudo e monitoria além das aulas e pensam em novas medidas como um laboratório específico para Matemática, investimento em robótica e grupos de estudo.

A partir das questões e dos problemas abordados, cada instituição pode desenvolver projetos mais eficientes para colaborar com o desenvolvimento dos alunos. Um dos principais problemas apontados no Censo é a evasão de alunos no Ensino Médio. Para criar um ambiente mais inovador para os alunos dessa fase, a escola se prepara para investir em tecnologia e na robótica. A ideia é que os estudantes se sintam motivados com a experiência cotidiana de aprendizado.

Inovação e preparo

Para o próximo ano letivo, o Objetivo Brasília terá um aumento de 200 horas/aula para atender às novas diretrizes do Ensino Médio. “Com isso vamos focar nossos esforços no Ensino da Matemática. O Laboratório Math será a grande inovação. Nestas aulas vamos propiciar aos alunos o contato com a matemática aplicada e raciocínio lógico”, afirma Ricardo Basilio, diretor pedagógico da escola.

O trabalho pedagógico da escola é realizado de forma a incentivar o aluno a não desistir do seu objetivo, com: Oficina de Redação, listas de exercícios e simulados, acompanhamento pedagógico individualizado e espaço de convivência, além de muito carinho e dedicação da equipe. A ideia é construir um ambiente que reúna preparação forte e um ambiente humanizado.

Anterior Seleção brasileira goleia El Salvador com novatos em campo
Próximo Estágio é a maior arma na luta contra a falta de experiência