MOSTRA CURTAS PARANOÁ


Mostra Curtas Paranoá Em sua primeira edição, evento abre portas para o cinema local com a exibição gratuita de filmes inéditos em Brasília

Dar luz ao cinema independente realizado na capital federal e aos diretores candangos. Este é o propósito da primeira edição da Mostra Curtas Paranoá, um evento que nasce para incentivar a produção audiovisual local.

Em sua primeira edição, a mostra pega o embalo do tradicional Festival de Brasília do Cinema Brasileiro para rechear ainda mais a cidade com a sétima arte. No dia 1º de outubro (sábado), a partir das 19h, os cinéfilos de Brasília vão poder conferir a estreia do evento no CEDEP – Centro de Desenvolvimento e Cultura do Paranoá (Q. 9 Conjunto D).

Troféus, rodas de debates com realizadores e a apresentação de seis curtas-metragens. Quatro destes, na categoria principal, são produções independentes, algumas aprovadas pelo Fundo de Apoio à Cultura do Distrito Federal – FAC que não foram selecionadas para o Festival de Brasília e terão, na região administrativa do Paranoá, seu espaço na telona. Ainda, na categoria de “Convidados Especiais”, dois curtas-metragens realizados no Distrito Federal vão abrir alas para estudantes e amantes profissionais do cinema.

Dentre estes, o curta-metragem “Conexões” realizado por alunos do Centro de Ensino Fundamental 602 do Recanto das Emas. A coordenação é do professor Edmar de Oliveira. Ainda, “À Flor da Pele”, uma ficção de Mayara Reis que vai mostrar a ocupação feminina e o poder das mulheres nos telões. A mostra será gratuita a toda comunidade, mas estimula à doação de alimentos para ajudar a manter a creche do CEDEP.

Para dar o pontapé inicial a esta mostra que pretende se tornar um festival anual, os quatro filmes da categoria principal vão falar de solidão, esperança, dentre outros temas existenciais. “O Último Natal”, do maranhense Fáuston da Silva, “À Margem do Universo”, de Tiago Esmeraldo, “A Vida Tem Dessas Coisas”, de Januário Jr, e “#Ocupação”, de Rodrigo Huagha e Gustavo Serrate, serão exibidos na noite que contará com a presença de atores e diretores.

A 1ª Mostra Curtas Paranoá é uma iniciativa da Oitava Arte Produções em parceria com o CEDEP (Centro de Cultura e Desenvolvimento do Paranoá).

Sobre os filmes

Destaque da mostra, o curta-metragem “A Vida Tem Dessas Coisas” retrata em 17 minutos a relação distante de uma mãe e filho que vivem em cidades separadas. Em um período em que não existia celular, a mãe tenta desesperadamente falar sem êxito com seu filho por um orelhão.

Ele, morador do Paranoá, no Distrito Federal. Ela, a quilômetros de distância tentando levar a vida no interior do nordeste.

A falta de comunicação, a frustração, a distância e outros fatores que permeiam esta relação são destaques da sensível produção de Januário Jr. O diretor valeu-se de sua própria cidade, o Paranoá, como cenário. No elenco, o ator global Marcello Melo Jr dá vida ao protagonista. A mãe é interpretada pela atriz brasiliense Silvia Paes.

Já “O Último Natal” conta a história de duas crianças que ficam tristes por terem que passar a noite de Natal sozinhas. O enredo revira quando elas recebem uma mágica e surpreendente visita. A direção é de Fáuston da Silva, conhecido pelo premiado “Meu Amigo Nietzsche”.

“#Ocupação”, de Rodrigo Huagha e Gustavo Serrate, tem como foco a invasão de um prédio abandonado na capital federal. Forçados a deixar o local pela violenta polícia, os ocupantes tentam ao máximo resistir.

Para fechar a programação da mostra, “À Margem do Universo”, de Tiago Esmeraldo, irá entrar num mundo de ficção científica permeado por dois seres alienígenas que desembarcam na Terra.

Fichas dos filmes selecionados
À Margem do Universo
Brasíla (DF), 2016, 20 minutos
Nome do diretor: Tiago Esmeraldo
Elenco:Petra Sunjo, Inikiru Suruawaha, Genivaldo Sampaio, Andrade Junior e Juliana Drummond
Categoria: ficção
Classificação livre
Sinopse: Dois seres alienígenas desembarcam na Terra e o que seria uma rotineira investigação arqueológica em um planeta com população extinta, torna-se a descoberta do maior tesouro da galáxia.

#Ocupação
Curta-metragem
Brasília (DF), 2016, 15 minutos
Direção: Rodrigo Huagha e Gustavo Serrate.
Elenco: Elias Rodrigues, Jessica Cardoso , Antonia Vilarinho, Pablo Peixoto, Nobu Kahi , Allex Medrado e Marcus Silveira
Não recomendado para menores de 12 anos.
Sinopse: Um prédio abandonado no centro da capital do país. Uma construção que não cumpre sua função social. Um pequeno grupo de ocupantes estão prestes a serem retirados pela polícia e pelo estado. Exaustos e trancafiados dentro de um quarto, discutem as possibilidades do desistir ou se devem continuar o resistir.
Do lado de fora, política, violência e opinião pública, todos estão contra eles, e tentam forçá-los a abandonar o prédio. Resistir essa é a palavra de ordem.

O Último Natal
Direção: Fáuston da Silva
Brasília (DF), ficção, 25 minutos
Elenco: Andrade Júnior, Genivaldo Sampaio, Anacleto Neto, Yulle Hannah, Amanda Alvares, Isís Leão, Giovanna Estima, Lucy Souza , Mário Wilson.
Classificação livre.
Sinopse: Duas crianças ficam tristes por terem que passar sozinhas a noite de Natal. Mas recebem uma mágica visita.

A Vida Tem Dessas Coisas
Direção: Januário Jr.
Brasília (DF), ficção, 17 minutos
Elenco: Silvia Paes, Marcello Melo Jr. , Jefferson Leão, Andréa Alfaia, João Gott , Tauã Franco, Tiago Santos TG, Tullio Guimarães.
Não recomendado para menores de 14 anos.
Sinopse: Uma ligação interurbana via orelhão entre mãe e filho precisa acontecer. Porém, entre os dois, existe um mundo de circunstâncias e de fatos que vai além da distância que os separam, das coisas que essa distância não os permite vivenciar e das surpresas do destino.

Filmes convidados

À Flor da Pele
Direção: Mayara Reis Mendes Amorim
Brasília (DF), ficção, 4 minutos
Não recomendado para menores de 12 anos.
Sinopse: Uma confusão no estacionamento de um supermercado levará uma mulher ao departamento de segurança.

Conexões
Elenco: Edmar de Oliveira e alunos do Centro de Ensino Fundamental 602 do Recanto das Emas
Brasília (DF), ficção, 4 minutos
Classificação livre
Sinopse: Troye é um garoto comum que adora jogos on-line. Como vários adolescentes, também gosta de acessar redes sociais, postar fotos, curtir e compartilhar ideias. Fica a maioria de seu tempo conectado a internet. Ele levava uma vida normal até que um grupo de colegas começa a atormentar sua vida real e virtual. Atitudes negativas começam a surgir, fazendo com que ele tome uma decisão sem compartilhar com sua mãe e amigos verdadeiros. Uma conexão que não termina bem.

Serviço

1ª Mostra Curtas Paranoá
Data: Sábado, 1º de outubro
Horário: A partir das 19h
Local: CEDEP – Quadra 9, conjunto D, área especial 1.
71571004 Paranoá/DF
Entrada franca (sugerimos trazer 1kg de alimento imperecível).
Informações: 3369-2544
Não recomendado para menores de 14 anos.

Da Redação | Foto Marcelo Melo Jr.
Sugestões portalaquitem@gmail.com * Pautas aquitemredacao@gmail.com

Anterior JOGO DE CENA CELEBRA O CINEMA
Próximo Nullam tristique malesuada non lacus mattis