NA ESTRADA APRESENTA MUSICAL “CABARET SHOW”


Projeto Broadway Brasil
Projeto Broadway Brasil | Foto: Luiz Alves

Espetáculo envolve artistas brasilienses e de todo Brasil escolhidos após processo seletivo. As apresentações acontecem na Caixa Cultural Brasília

Trilhas sonoras de filmes, clássicos da Broadway e também músicas nacionais. Após processo seletivo, com quase 300 inscritos, 50 artistas de Brasília e de todo o Brasil vão estudar com renomados profissionais do Teatro Musical do Brasil e dos Estados Unidos e ter contato com todo este universo. O resultado será o desafio de montar, em apenas cinco dias de intensas oficinas, o espetáculo “Cabaret Show”. As apresentações acontecem dias 31 de março (sábado), às 20h; e 1º de abril (domingo), às 19h, na Caixa Cultural Brasília (Setor Bancário Sul QD 04). Os ingressos custam R$ 10 (meia-entrada).

Projeto que existe desde 2013, o Broadway Brasil é responsável pela imersão cultural fundamentada em quatro masterclasses, oficinas de montagem e o musical “Cabaret Show”. A iniciativa surgiu a partir da parceria entre o cineasta e produtor cearense Allan Deberton e o diretor teatral André Gress (CE). Em suas três primeiras edições, o evento aconteceu na cidade de Fortaleza (CE) e contou com as versões “Broadway Brasil: Teatro Musical no Ceará”, “Broadway Brasil – O Show Vai Começar” e “Broadway Brasil – O Show Não Pode Parar”. Brasília será a próxima cidade a receber o evento com o nome de “Broadway Brasil – Na Estrada”. Da capital federal, o projeto segue para Recife (PE).

Na imersão, que acontece de 26 a 30 de março também na Caixa Cultural Brasília, 50 selecionados vão dançar, interpretar e cantar sob a coordenação de feras do gênero musical. Dentre eles, André Gress, Annette Tanner, Dan Knechtges, Nick Adams, Luciano Andrey e Soraya Ravenle estarão na cidade para promover esta troca de experiência com os alunos.

“Saímos de Fortaleza para Brasília. E tivemos quase 300 inscritos. No “Cabaret Show”, o público vai ver temas de filmes, títulos nacionais de 1934 e clássicos da Broadway. O que é bacana é que cada diretor traz a sua marca. Alguns trabalham com jazz, outros valorizam as músicas nacionais. São diferentes autores e linguagens que os alunos de Brasília e de todo o Brasil selecionados poderão ter contato. De graça e com um belo resultado que será apresentado ao público”, pontua o diretor teatral André Gress.

O musical, uma surpresa para os artistas e para o público, nasce deste projeto. A versão final e o repertório serão divulgadas apenas durante os shows.

O evento tem parceria com a organização norte-americana BROADWAY DREAMS FOUNDATION (BDF), que estará também em Brasília com toda a sua expertise em treinamento de jovens artistas. O patrocínio é da CAIXA e do Governo Federal.

CONHEÇA O TIME DE PROFESSORES DO “BROADWAY BRASIL” 2018

SORAYA RAVENLE (Atriz/cantora)

Atriz e cantora, Soraya já participou de filmes e diversas novelas e minisséries globais, entre elas “Dalva e Heriveto” (2010), “Malhação” (2011), “I Love Paraisópolis” (2015) e “Sob Pressão” (2017). Sua carreira no teatro musical tem destaque com atuações nos espetáculos “Ópera do Malandro” (2003/2005), “Sassaricando” (2007/2008), “Um Violinista no Telhado” (2011), “Todos Os Musicais De Chico Buarque em 90 Minutos” (2014/2015), “Puro Ney” (2017) entre outros.

LUCIANO ANDREY (Ator/cantor e diretor )

Ator, cantor, diretor, produtor e versionista. Andrey atua na cena teatral paulistana desde 2003 e no mercado de teatro musical desde 2007. Participou do espetáculo “Vamp, o Musical”, com direção de Diego Moraes e supervisão de Jorge Fernando, além dos espetáculos “Gabriela, Um Musical de João Falcão”, “Priscilla, Rainha do Deserto” (2012), “A Madrinha Embriagada” (de Miguel Falabella), “Miranda por Miranda” (de Stella Miranda e Tim Rescala) e “Vingança” (de André Dias). Sob a direção de Jorge Takla e Tania Nardini, atuou em “O Rei e Eu”, “West SideStory” e “My Fair Lady”. À frente da Livre Entretenimento, codirigiu e produziu o espetáculo “Nuvem de Lágrimas, O Musical”. Como tradutor e versionista, em parceria com Bianca Tadini, ele assinou as versões brasileiras dos musicais “We Will Rock You”, “Mudança de Hábito”, “Jesus Cristo Superstar”, além da comédia “Vanya e Sonia e Masha e Spike” e de “Peter Pan – O Musical”.

DAN KNECHTGES (Diretor e coreógrafo)

Na Broadway se destaca com títulos como “Lysistrata Jones” (Direção e Coreografia), “Xanadu” (Dirigido por Chris Ashley, Indicação ao Tony e Drama Desk), “Sondheim on Sondheim” (Dirigido por James Lapine), “110 in The Shade” (Estrelando AudraMcDonald) e “The 25th AnnualPutnumCountySpelling Bee” (Dirigido por James Lapine.) Dan também coreografou shows Off-Broadway como “The 25th Annual Putnam County Spelling Bee at Second Stage”, quando ganhou o prêmio “Lucille Lortel Award”. Créditos Off-Broadway a peça: “Tail! Spin!” (Estrelando Rachel Dratch), “Clinton The Musical” (Estrelando Kerry Butler e Judy Gold), “MerrilyWeRollAlong for Encores!” no City Center (Dirigido por James Lapine), “Vanities” no SecondStage e Direção e coreografia de Lysistrata Jones para o Transport Group.

MAXX REED (Coreógrafo)

Maxx é performer, educador, coreógrafo, diretor e filmmaker em NYC. Estreou na BROADWAY no musical “Spiderman: Turn off the Dark”. Com seus estudos, que vão desde o ballet clássico até ao hip hop, ele já participou como bailarino dos vídeosclipes “Hold My Hand”, do cantor Michael Jackson, e “Who Run The World (Girls)”, da cantora Beyoncé. Além disso, integrou a equipe de bailarinos da turnê “This Is It”, de Michael Jackson; e foi coreógrafo para a cantora Mariah Carey e no musical “Nikola Tesla Drops the Beat”. Na televisão, trabalhou para o canal ABC no programa “Dance War: Bruno vs Carrie Ann” e nas premiações americanas “The Tony Awards” e “American Music Awards”. Maxx também é fundador da Esotericam Productions, no qual é diretor, filmmaker e produtor de vídeos artisticos, com destaque para a série documental “Live at Gramercy Park” e os curtas “Pas de Carole” e “The Sonnet Project”.

NICK ADAMS (Ator/cantor e coreógrafo)

Nick possui diversos créditos entre os musicais da Broadway, tais como: “Guysand Dolls” (2009), “The Pirate Queen” (2007), bem como os revivals “A Chorus Line” (2006) e “Chicago” (1996). Além disso, integrou o elenco principal do musical “Wicked” (2005) no papel de Fiyero, na tour nacional dos Estados Unidos. Ganhou destaque nos musicais “La Cage aux Folles” (Broadway Revival, 2010), ao interpretar a dragAngelique, e também em “Priscilla, Queen of the Desert: The Musical” (Broadway, 2011), com a personagem Felicia, pelo qual foi vencedor nas categorias ‘Favorite Breakthrough Performance’ e ‘Favorite Diva Performance’ na premiação Broadway.com AudienceChoiceAwards no mesmo ano.

ANNETTE TENNER (Dir. Executiva BDF)

Cofundadora e diretora executiva da BROADWAY DREAMS FOUNDATION. Juntamente com grandes e respeitados produtores, diretores, diretores de elenco e performers da indústria do entretenimento musical, Annette beneficia estudantes a nível nacional e internacional, criando laços e oportunidades de trabalho em workshops da Broadway, concertos ao vivo e demais projetos. Como associada, trabalha em projetos em NY, com destaque para “Altar Boyz”, “Mary Poppins” e “Annie”. Em 2016, trabalhou como diretora de elenco no show “Mariah Carey: “All I Want for Christmas is You”, da cantora Mariah Carey, realizado no Bacon Theatre (NY).

ANDRÉ GRESS (Diretor Artístico)

Estudou Teatro Musical na New York FilmAcademy (NY) e participou de workshops e masterclasses com profissionais de grandes musicais, entre eles: Andy Blankenbuehler (Hamilton), Tony Meola (Wicked), Chris Buck (Frozen), Jeremy Dobrish (Curious George), John Basil (Passages), Grady Barker (Paper Mâché Monkey) e Judi Lewis Ockler (StageCombat). Foi o primeiro selecionado internacional a integrar a equipe da BROADWAY DREAMS FOUNDATION, onde trabalhou como assistente de direção dos diretores StaffordArima, Dan Knechtges e Otis Sallid. Em 2013, juntamente com Allan Deberton, desenvolveu o projeto ‘Broadway Brasil’, que já trouxe grandes nomes da indústria do entretenimento internacional para o Brasil, a exemplo dos artistas Alex Newell (Glee), Quentin Darrington (Cats), Nick Adams (Priscilla), Thom Warren (Lion King) e Spencer Liff (So You Think You Can Dance). Em 2016, trabalhou na equipe Rio 2016 na realização das Cerimônias de Abertura e Encerramento das Olimpíadas e Paraolimpíadas. Ainda no Brasil, trabalhou com os artistas Marcelo Castro, Miguel Briamonte, Liliane Secco e Saulo Vasconcelos. Foi diretor do “Avenida Q – O Musical da Broadway” (2015/2016), realizado em Fortaleza (CE), colocando a cidade como terceira a montar um espetáculo profissional licenciado no Brasil. Em 2017 fundou a THE BIZ – Escola de Artes, além de dirigir “A Hora da Estrela – O Musical”, adaptação da obra de Clarisse Lispector.

ALLAN DEBERTON (Produtor Executivo)

Produtor, diretor e roteirista, formado em Cinema na Universidade Federal Fluminense (UFF-RJ). Dirigiu os premiados “Doce de Coco” (CE, 2010), “O Melhor Amigo” (2013), “Os Olhos de Arthur” (2016), que juntos participaram de mais de 100 festivais nacionais e internacionais e conquistaram 45 prêmios. Em 2015, produziu o primeiro musical da Broadway no Ceará, “Avenida Q” (Avenue Q), patrocinado pelos Correios. Desde 2013, produz com André Gresso projeto “Broadway Brasil”, em parceria com a “Broadway Dreams Foundation” (EUA). Em 2015, produziu o longa documentário “Do Outro Lado do Atlântico”, de Márcio Câmara e Daniele Ellery, contemplado no SPCINE. Em 2017, produziu para a EBC a série de TV “Lana & Carol”, de Samuel Brasileiro e Natalia Maia (PRODAV 9/15); o longa “Se Arrependimento Matasse”, de Lília Moema (PRODECINE 1/15); produziu e escreveu as letras do espetáculo “A Hora da Estrela – O Musical”, baseado na obra de Clarice Lispector, patrocinado pela CAIXA. Atualmente, produz seu primeiro longa como diretor, “Pacarrete”, contemplado no edital FSA/Minc e desenvolve os longas “O Melhor Amigo”, “Doce de Coco”, “Meire Love” e a série de tv “Salão 190”.

Sobre o “BROADWAY BRASIL”

O projeto “BROADWAY BRASIL” é uma realização da DEBERTON ENTRETENIMENTO, sob a produção executiva de ALLAN DEBERTON e direção geral e artística de ANDRÉ GRESS. Criado em 2013, por meio da parceria entre o cineasta e produtor Allan Deberton juntamente com o diretor André Gress, o projeto iniciou na cidade de Fortaleza (CE, Brasil) e busca incentivar o crescimento profissional de artistas e estudantes das artes de todo o Brasil por meio de capacitação gratuita. Além disso, logo após a grande receptividade do espetáculo “Avenida Q – O Musical da Broadway em Fortaleza”, primeiro musical licenciado e montado fora do eixo Rio/ São Paulo, realizado em 2015 pela dupla, a vontade de dar continuidade na área de capacitação só aumentou.

Edições Anteriores

2013 – Em sua primeira edição, “BROADWAY BRASIL: Teatro Musical no Ceará”, o projeto contou com a participação de Thom Warren (The Lion King, Broadway) e da cantora e atriz brasileira Renata Ricci (Avenida Q, Gypsy). No evento, os selecionados participaram de palestras e trabalharam técnicas de interpretação da canção. Para encerrar as atividades, realizou-se o espetáculo “Cabaret Show”, apresentado no Teatro da Caixa Cultural Fortaleza, com apresentações de números musicais relembrando os grandes clássicos da Broadway.

2016 – Já em sua segunda edição, denominado “BROADWAY BRASIL – O Show Vai começar”, o projeto contou novamente com a produção da Deberton Entretenimento e direção geral de André Gress (“Avenida Q – O Musical”, 2015/2016), além da direção musical de Liliane Secco (“Quase Normal – O Musical” e “Baby – O Musical”). Entre os profissionais convidados para ministrarem as palestras e workshops estavam o ator brasileiro Saulo Vasconcelos (“Fantasma da Ópera”, “Bela e a Fera”, “Les Miserables” e “Moana”), os atores internacionais Nick Adams (Broadway, NY), Alex Newell (“Glee”) e profissionais da organização americana Broadway Dreams Foundation. Para conclusão do projeto, foi realizado novamente o espetáculo “Cabaret Show”, que neste ano recebeu seis indicações (Iluminação, Figurino, Direção, Espetáculo Adulto e Categoria Especial) na premiação ‘Destaques do Ano’ do 31° Troféu Carlos Câmara. O destaque da segunda edição foi a parceria com a BDF, que acabou dando a oportunidade a três jovens artistas cearenses a participarem do showcase realizado em NY no mesmo ano.

2017 – Denominado “BROADWAY BRASIL – O Show Não Pode Parar”, o projeto teve a produção de Allan Deberton e direção geral de André Gress (“Avenida Q – O Musical”, 2015/2016), além da direção musical de Marcelo Castro (“Um Violinista no Telhado”, 2011) pelo qual foi vencedor do Prêmio Shell. Entre os profissionais convidados estavam Fred Silveira (“Les Misérables”, “Godspell”, “My Fair Lady”, “West Side Story” e “Avenida Q”), Germana Guilhermme (“A Noviça Rebelde” e “New York, New York”), além dos atores internacionais Quentin Earl Darrington (“Ragtime”, “Memphis: A New Musical”, “The Secret Garden” e “CATS”), Nick Adams (“Wicked”, “A Gaiola das Loucas” – NY), Alex Newell (“Glee”) e profissionais da organização americana Broadway Dreams Foundation. Na edição, três participantes ganharam curso online de canto com Quentin Earl Darrington e outros três foram convidados para o showcase realizado em NY realizado pela BDF em dezembro de 2017.

Sobre a BROADWAY DREAMS FOUDATION

Fundada há 10 anos nos Estados Unidos, a BDF é um programa de treinamento premium responsável por oferecer grandes oportunidades aos jovens artistas. Seu corpo docente é composto por grandes nomes da indústria do entretenimento – como diretores de elenco, coreógrafos e diretores – dedicados a desenvolver a comunidade artística e teatral. Atualmente, atua também no mercado internacional com workshops realizados no Canadá (2015), Rússia (2016/2017), Brasil (2016/2017/2018) e Nova Zelândia (2018).

Serviço

Musical Cabaret Show
Dias 31/03 (sábado), às 20h; e 01/04 (domingo), às 19h
Local: Teatro da CAIXA Cultural Brasília
Ingressos: R$ 20 e R$ 10 (meia-entrada)
Informações: (61) 3206-6456 e www.broadwaybr.com
Classificação Indicativa: não recomendado para menores de 12 anos

Anterior Sentido do trânsito nas Ruas 36 e 37, em Águas Claras, será alterado
Próximo PUTA FARRA INVADE O PARQUE DA CIDADE COM TRÊS DIAS