NEW WORLD TRIO NA UNB


Grupo formado pelo violinista israelense Netanel Draiblate, o pianista italiano Mauro Bertoli e o violoncelista britânico David Gardner

O grupo musical New World Trio, formado pelo violinista israelense Netanel Draiblate, o pianista italiano Mauro Bertoli e o violoncelista britânico David Gardner, se apresentará em Brasília na próxima segunda-feira (03/07), no auditório do departamento de música da Universidade de Brasília (UnB). A abertura do evento irá contar com a presença do Embaixador de Israel, Yossi Shelley. A entrada é franca.

Criado em 2010, o Trio conta com um repertório diversificado, que contém tanto obras tradicionais quanto menos conhecidas. O toque sul-americano dos músicos está refletido em sua gravação de estréia, contendo obras do compositor brasileiro Francisco Mignone. O Trio também gravou obras de Beethoven, Tchaikovsky e Piazzola.

A colaboração internacional do grupo começou no Brasil, onde eles se apresentaram em festivais e salas de concerto de todo o país, incluindo Brasília, Goiâna, Natal e Recife. Os músicos já fizeram diversos concertos pela América do Sul e do Norte, Canadá e Grã Bretanha.

Serviço

Pocket show New World Trio
Data: Segunda-feira (03/07)
Horário: 16h
Local: Auditório do departamento de música da Universidade de Brasília (UnB)
Entrada franca
Contato: (61) 2105-0529 / (61) 98134-9639

Sobre os músicos

Netanel Draiblate

Nomeado concertino da Orquestra Sinfônica de Annapolis, é uma estrela em ascensão no mundo do violino. Sua experiência orquestral rica e variada inclui convites regulares para principais posições na Orquestra West-Eastern Divan, sob a direção do maestro Daniel Barenboim, os Solistas de Tel-Aviv, bem como as posições concertino com a Orquestra Mundial da Juventude, Orquestra Sinfônica de Thelma Yellin, Israel Jovem Filarmônica, o Colégio de Artes de Chicago Symphony, a Orquestra Sinfônica de Peabody e da Universidade da Orquestra Sinfônica de Maryland. Netanel Draiblate também se apresentou como concertino e Concertino Associado com a Orquestra Sinfônica de Lancaster (PA) além de focar em sua carreira solo.

Mauro Bertoli

Pianista, nascido em Brescia, Itália, estabeleceu-se no cenário internacional e foi elogiado pela imprensa por sua técnica formidável e sensibilidade excepcional. Apresenta-se regularmente para importantes festivais e nas principais salas de concertos em toda a Europa, América do Norte, Israel, Brasil e China. Também se apresentou como solistas com várias orquestras, como a Orquestra Filarmonica Italiana, Orquestra do Teatro Olimpico de Vicenza, Palm Beach Symphony Orchestra, Texas Festival Orchestra, Orquestra da Universidade de Ottawa (conduzida por Philippe Entremont), Sinfonia Toronto, Orquestra Sinfônica de Oakville, Orquestra Sinfônica de Kamloops, Orchestra “Coccia” de Novara, ea Orquestra de Câmara de Brescia para citar alguns. Os CDs de Mauro foram transmitidos na CBC Radio, Radio Camara Brasil, Brasília Super Radio, Radio Classica Bresciana e Radio Classica Milano, entre outros. Ele atualmente ocupa o cargo de Professor Adjunto da Universidade de Carleton, em Ottawa, Canadá. Premiado nacional e internacionalmente, ganhou vinte e quatro Competições de piano e foi o ganhador do prestigioso prêmio italiano Giuseppe Sinopoli Award, concedido pessoalmente por Giorgio Napolitano, o Presidente da República Italiana.

David Gardner

Professor de violoncelo da Universidade Federal de Goiás, David vive no Brasil desde 2005. Tem uma extensa carreira como músico de câmara no Reino Unido e America do Sul, tendo se apresentado em salas de concerto e festivais, incluindo o Royal Festival Hall, Londres, Sala São Paulo, Sala Cecilia Meireles e a LACCS Festival Latino-Americano, na qual se apresentou com o Quinteto de Cordas Britton. Em 2008 foi convidado para participar do “Sonora Brasil” série de concertos que realizou 89 apresentações em 96 dias em 22 estados brasileiros. Como músico de orquestra, trabalhou sob a batuta de maestros como Jan Pascal Tortelier, Kent Nagano, Sir Simon Rattle e Ira Levin, por quem foi escolhido para ser primeiro violoncelo da Orquestra do Teatro Nacional Claudio Santoro em 2009.

Anterior EMPÓRIO MUSICAL
Próximo MAIS DE 2 MIL EMPREGOS