OLHOS ABERTOS NAS FÉRIAS


É tempo de férias, viagem, encontro com os amigos, família… enfim, sair da rotina. É ainda o momento ideal para colocar a saúde em dia e realizar aquele check-up que você não conseguiu fazer durante o ano. Entre os exames fundamentais para saber se está tudo certo com a sua saúde, não pode falta uma visita ao oftalmologista.

Fazer exames de vista pelo menos uma vez por ano ajuda a verificar a acuidade visual e prevenir doenças mais graves, já que 80% das causas de cegueira no mundo poderiam ser tratadas ou controladas com o acompanhamento médico regular. “Muitas doenças oculares são assintomáticas em estágio inicial. A prevenção é fundamental para evitar qualquer perda visual”, afirma o dr. Canrobert Oliveira, presidente e fundador do Hospital Oftalmológico de Brasília (HOB).

Dados divulgados pela organização Retina Brasil apontam que cerca de 7% dos brasileiros nunca foram ao oftalmologista. E apesar de 47% afirmarem que frequentam consultas regulares, 42% só visitam o oftalmologista quando têm alguma queixa.

No entanto, cuidar da visão deve ser um hábito adquirido desde cedo, já que doenças como miopia, estrabismo hipermetropia e retinopatia da prematuridade, por exemplo, podem ser detectadas logo após o nascimento. “Todo recém-nascido deve fazer o teste do olhinho, que ajuda no diagnóstico precoce de doenças congênitas como a rubéola, a catarata, a toxoplasmose e o glaucoma. Além do teste do olhinho é necessário também realizar o exame de fundo de olho, onde podemos observar o comportamento de artérias, vasos e veias”, ressalta o médico. A partir da adolescência, deve-se consultar um especialista mesmo se não houver sintomas e realizar um exame oftalmológico de rotina, isso porque a visão pode sofrer alterações naturais com o passar dos anos.

Em relação à catarata, há estimativas de que existam, aproximadamente, 350.000 cegos por conta da doença no nosso país e que, em função do envelhecimento da população, haja 120.000 novos casos de cegueira por catarata/ano. Já sobre a DMRI, calcula-se que cerca de três milhões de brasileiros, acima de 65 anos, sofram da doença em estágios variados de evolução. “Para prevenir qualquer problema ocular é importante fazer regularmente uma avaliação da acuidade visual, medir a pressão ocular, avaliar o fundo de olho e também a motilidade ocular. Assim, pode-se detectar precocemente algumas doenças e ter mais chance de curá-las. Com certeza, essa simples medida contribuiria para a redução dos casos de cegueira e traria uma melhora na qualidade de vida dos pacientes”, completou o dr. Canrobert.

Da Redação | Foto John Download
Sugestões portalaquitem@gmail.com

Anterior CONFIRA OS INDICADOS AO OSCAR
Próximo IDENTIDADE: SAIBA ONDE TIRÁ-LA