BAIXE ROCKSAMBADISCOCLUB DE LEO


Primeiro álbum do cantor e compositor brasiliense Leo, mistura rock, samba, pop, soul, rap e jazz. Com 11 músicas, todas inéditas e de autoria do cantor Leo, o álbum RockSambaDiscoClub já está disponível para audição em www.soundcloud.com/oficialleomusic e para download gratuito em www.leomusic.com.br.

Leo, que desde a adolescência escuta de Prince a Tim Maia, Cazuza a Jimi Hendrix, Miles Davis a Caetano Veloso, mostra estas diversas influências e inspirações no resultado final desta sua estreia em CD com grande mistura de sons e ritmos, com cara de pop, mas uma cara bem brasileira. Cavaco, cuíca, pandeiro, se funde a guitarra, teclado, bateria acústica e eletrônica, muitos solos e espaço para loucura também.

RockSambaDiscoClub é uma homenagem ao som dos anos 70, à diversidade e às muitas possibilidades da música brasileira, à poesia e à prosa e, claro, à liberdade do artista em se expressar sem necessidade de rótulos. As letras falam de amor, do cotidiano, da realidade social, de uma maneira leve, bem humorada, mas sem perder a crítica e uma certa filosofia de botequim. E, acima de tudo, traz um som dançante, pra cima, otimista em relação à vida, pra curtir, dançar, pensar e cantar junto. Ouça as músicas: 1. Agora Chega / 2. Me faça rir / 3. Beijin / 4. Dar um tempo / 5. Saudades de você / 6. Não vale a pena / 7. Dores ao vento / 8. Lindoca / 9. Sem lutar / 10. Pegar no pé / 11. Até mais tarde.

Preste atenção na terceira faixa, “Beijin”, um sambalanço a la Ben Jor e Seu Jorge. Cheia de malícia, é a faixa de trabalho do álbum e tem tudo para se tornar um hit nas rádios de todo o Brasil.

Músico, cantor, DJ, produtor e compositor, Leo compõe e se dedica à música há mais de 20 anos. Até 2003, esteve fora de Brasília, passando por Rio, São Paulo e outras cidades onde teve bandas e se apresentou em lugares que formaram sua identidade no palco e sua forma de cantar e tocar.

Em 2004, de volta a Brasília, foi vocalista e produtor do “Manofatura”, banda de música eletrônica, com a qual abriu show do Rappa no Ginásio Nilson Nelson para oito mil pessoas, do Jota Quest para quatro mil pessoas no Marina Hall e 30 mil pessoas no Réveillon da Esplanada dos Ministérios, saiu na revista Vogue e entrou em duas coletâneas lançadas pelo selo GRV.

Em 2005, ainda assinando Leo Goulart, criou o “Salve Jorge”, um projeto de samba-rock e música brasileira que faz muito sucesso em Brasília até hoje em homenagem a Jorge Ben Jor. Com este trabalho, dividiu o palco com Monobloco, Otto, Mundo Livre, Plebe Rude, Moinho, Pedro Luís e a Parede, nos maiores eventos da cidade, além do seu próprio evento semanal no Bar do Calaf, às quintas feiras, com público médio de 1.000 pessoas por edição.

Em 2015, comemorou 10 anos de atividade musical em shows, festas, eventos e produções diversas sem sair da sua cidade natal, mas quer abrir o leque e chegar a outras praças com o lançamento deste RockSambaDiscoClub.

Da Redação | Foto Divulgação
Sugestões portalaquitem@gmail.com

Anterior ORGANIZAÇÃO E QUALIDADE DE VIDA
Próximo O BRASIL NA COMUNICAÇÃO