SEMANA PENSAMENTO CRIATIVO


Segunda edição da Semana Pensamento Criativo acontece na Caixa Cultural Brasília. Ciclo de palestras e oficina será de 25 a 30 de julho. Inscrições estão abertas no site do evento

A CAIXA Cultural Brasília recebe, de 25 a 30 de julho, mais uma edição do projeto Semana Pensamento Criativo. Em um ciclo de palestras e oficina, curadores, artistas, filósofos, designers gráficos, pesquisadores, psicanalistas e educadores abordarão cinco eixos de debates. As inscrições estão abertas no site www.semanapensamentocriativo.com.br e a retirada dos ingressos será entre os dias 22 e 23 de julho, na bilheteria.

Dedicado às publicações independentes, o projeto tem como objetivo provocar a reflexão a respeito das especificidades do processo de criação em diversos campos do conhecimento. A programação conta com um ciclo de palestras que destacam a Arte e cotidiano, com Barbara Wagner e Moacir dos Anjos; O processo criativo, com Suely Rolnik e Rosângela Rennó; a Ficção e arte contemporânea, com Tânia Rivera e Marilia Panitz; e a Criação Coletiva, com Cecilia Almeida Salles e Guilherme Bonfanti.

Já os designers Lucas Gehre e Neno irão ministrar a oficina Auto-publicação. O momento é para exercitar e entender o que é publicar, independente se seja zines, publicações digitais, livros, periódicos, impressos diversos e outros. A proposta é que os participantes se sintam mais à vontade para publicar na forma que melhor se adeque ao seu projeto. São 20 vagas para o workshop e os interessados devem se inscrever no site do evento.

O evento é voltado para profissionais e estudantes que atuam nas áreas de Artes Visuais, Filosofia, Antropologia, Design, Fotografia, Cinema, Jornalismo, Arquitetura, Música, Artes Cênicas, Literatura, Produção Cultural, Moda, Publicidade.

Essa edição da Semana Pensamento Criativo também vai passar pelas unidades da CAIXA Cultural em Salvador e no Rio de Janeiro. A programação nessas cidades terá datas e palestrantes divulgados no site do evento.

Sobre os palestrantes:

Bárbara Wagner é fotógrafa nascida em Brasília. Seu trabalho está centrado no “corpo popular” e suas estratégias de subversão e visibilidade estão entre os campos da cultura pop e da tradição. Suas obras têm sido exibidas em exposições individuais e coletivas nacional e internacionalmente e fazem parte das coleções permanentes do MASP e MAM, em São Paulo.

Cecilia Almeida Salles é pesquisadora em linguística e aprofunda suas experiências em processos de criação artísticos coletivos. Atualmente faz pós-doutorado no Departamento de Cinema, Rádio e Televisão da Escola de Comunicação e Artes da Universidade de São Paulo.

Guilherme Bonfanti nasceu em São Paulo e é light designer. Junto com Antônio Araújo fundou o Teatro da Vertigem além de ser coordenador e um dos fundadores do curso de Iluminação da SP Escola de Teatro. Atua, desde 1987, em diversos projetos de artes visuais, arquitetura, mostras e exposições, moda, eventos profissionais e corporativos.

O brasiliense Lucas Gehre é artista plástico, quadrinista, diretor de arte, roteirista e editor de publicações, trabalhando principalmente com desenho, quadrinhos e design. É membro do ateliê coletivo NOVA em Brasília.

Marília Panitz nasceu em São Leopoldo, Rio Grande do Sul, mas vive e trabalha em Brasília. Mestre em arte contemporânea pela Universidade de Brasília, trabalha como professora desde 1980. Desde 2001, desenvolve propostas de curadoria.

Moacir dos Anjos é pesquisador e curador de arte contemporânea da Fundação Joaquim Nabuco, no Recife, onde coordena, desde 2009, o projeto de exposições Política da Arte.

Graduado em Desenho Industrial pela Universidade de Brasília, Neno tem experiência na área de programação visual. No mercado desde 2005, foi sócio do estúdio Mopa e hoje integra a equipe do projetoInterações (não) distantes, iniciado em 2012.

Rosângela Rennó nasceu em Belo Horizonte, mas vive e trabalha no Rio de Janeiro. Formada em Artes Plásticas pela Escola Guignard e em Arquitetura pela Universidade Federal de Minas Gerais, é doutora em Artes pela Escola de Comunicações e Artes da USP. Sua obra é marcada por apropriação de imagens descartadas, encontradas em mercados de pulgas e feiras, e pela investigação das relações entre memória e esquecimento. Em suas fotografias, objetos, vídeos ou instalações, trabalha com álbuns de família e imagens obtidas em arquivos públicos ou privados.

A psicanalista Suely Rolnik também é crítica de arte e cultura, curadora e professora da PUC-SP. É membro fundadora da Rede Conceitualismos do Sul e autora de títulos como Cartografias do desejo, obra já publicada em sete países.

Atuante nas áreas de teoria e clínica psicanalíticas e fundamentos e crítica das artes, Tania Rivera recebeu o prêmio Jabuti de Psicologia/Psicanálise (2014) com o livro O Avesso do Imaginário. Arte Contemporânea e Psicanálise. Foi professora da Universidade de Brasília e atualmente é professora da Universidade Federal Fluminense.

Serviço

Semana Pensamento Criativo
Local: Teatro da CAIXA Cultural Brasília (SBS Quadra 4 Lotes 3/4)
Dias: 25 a 30 de julho de 2017
Horários: palestras, das 18h30 às 22h30, e workshops, das 14h às 19h
Programação: www.semanapensamentocriativo.com.br
Ingressos: inscrições no site www.semanapensamentocriativo.com.br. Vagas limitadas, com retirada de ingressos na bilheteria da CAIXA Cultural Brasília entre os dias 22 e 23 de julho, mediante doação de um agasalho ou 1kg de alimento não perecível
Informações: (61) 3206-6456
Patrocínio: CAIXA e Governo Federal
Produção: Luiz Alberto Osório | luiz.alberto@agendakb.com.br | 61 998116-4833

Anterior VINHO VILLAGGIO GRANDO
Próximo 10 MITOS SOBRE DINHEIRO