VACINA CONTRA GRIPE


DF vacinou 61% do público-alvo contra gripe até agora.Grupo prioritário, profissionais da Educação podem se imunizar em escolas nesta terça-feira (23). Objetivo é ampliar a adesão à campanha de prevenção ao vírus H1N1

A três dias do fim da campanha de vacinação contra a gripe, 419.258 pessoas se imunizaram no Distrito Federal, de acordo com a Secretaria de Saúde. Os dados se referem a segunda-feira (22) e correspondem a 61% dos 687.155 do público-alvo apto a receber a dose, que barra a contaminação pelo vírus H1N1.
Até 26 de maio, crianças de seis meses a cinco anos de idade, portadores de doenças crônicas, mulheres grávidas, profissionais de saúde e de educação, além de idosos, devem ser vacinados.

Nesta terça-feira (23), profissionais da educação das redes pública e privada do DF podem se vacinar contra a gripe em escolas. A medida visa ampliar a adesão do grupo à campanha de imunização, que começou em 17 de abril e se encerra na sexta-feira (26).

Para aplicar a dose, equipes da Secretaria de Saúde estarão até as 17 horas em 126 unidades de todas as regionais de ensino. Neste ano, professores e monitores da rede pública e particular foram incluídos na lista de grupos prioritários.
Uma medida essencial, segundo a enfermeira Adriana Santos, da Regional de Saúde de Ceilândia. “O entendimento do Ministério da Saúde é que, pela proximidade dos profissionais com crianças, é necessário vaciná-los”, explica.

Levar a vacinação para os centros de ensino facilita a rotina dos educadores. “A escola é um local de referência para todos nós. Então a campanha aqui facilita a participação geral”, explica a técnica em higiene dental Zilda Soares Moraes, de 67 anos.

Ela atua na Escola Parque Anísio Teixeira, em Ceilândia Sul, e, em anos anteriores, tinha que ir ao posto de saúde para se proteger da gripe. “Estamos sempre em contato com os alunos. Por isso é fundamental nos vacinarmos”, afirma.

A mobilização nas escolas ocorre nesta terça-feira (23), mas quem não conseguir ir aos locais pode procurar os centros de saúde para obter a dose contra o vírus H1N1.

Grupos prioritários para vacinação contra a gripe pela rede pública de saúde:

Crianças de 6 meses a 5 anos incompletos
Detentos
Gestantes
Funcionários do sistema prisional
Idosos
Indígenas
Jovens do sistema socioeducativo
Pessoas com doenças crônicas
Professores das redes pública e privada e outros profissionais da saúde
Puérperas (mulheres cujo parto ocorreu até 45 dias antes da vacina)

Os idosos, que durante a campanha estiverem sem condições físicas de se deslocar até os postos, podem agendar a vacina em domicílio pelo telefone Disque-Saúde 160.

A campanha abrange 687.155 pessoas no DF. A meta é vacinar pelo menos 90% de cada categoria. Isso significa um crescimento em relação ao ano passado, quando esse número foi estabelecido em 80% e foi superado.

Da Redação | Foto Andre Borges/Agência Brasília.
Sugestões portalaquitem@gmail.com * Pautas aquitemredacao@gmail.com

Anterior PROCESSO CONTRA SANDRA FARAJ
Próximo A MENINA TAGARELA NO PÁTIO